Mirrai – Futuro camisa 10 do São Paulo

Mirrai é o futuro #10 do São Paulo?

Mirrai começou jogando em Guariba, cidade natal. Na pequena cidade do interior treinou futsal e futebol de campo pelas equipes municipais, até o talento do garoto franzino chamar a atenção do olheiro do São Paulo, Tupã.

Antes dos 14 anos Mirrai fez um teste em uma partida perto de Guariba mesmo, passou de primeira e foi pra capital para federar-se, para só então, aos 14 anos, voltar a grande cidade e dessa vez para ter residência fixa e morar no Centro de Formação de Atletas Laudo Natel, a famosa Fábrica de Craques Tricolores em Cotia.

No CT do São Paulo fez parte da equipe infantil, comandada até então pelo treinador Bruno Petri, que hoje treina o time infantil do Fluminense, depois de ser demitido do São Paulo em 2010.

Para Mirrai, a saída do treinador deixou o grupo um pouco sentido. “Todos nós gostávamos dele, foi um pai e indicou os caminhos para a maioria dos atletas aqui. O grupo sentiu a saída do treinador, mas a vida é assim e tudo passa, é uma decisão que não cabe a nós.”

Com o treinador Bruno Petri, Mirrai foi destaque em um quadrado mágico que era formado pelo meio-campo e os companheiros Lucas Piazon, Ademilson e Bruno Lamas, um time muito entrosado, segundo o jogador.

“Esse esquema tinha quatro jogadores muito unidos. Tinhamos habilidade, toque de bola e claro, muita paciência para vencer os esquemas defensivos adversários”, disse Mirrai, em entrevista concedida para este blog. “Além disso, era um esquema no qual não guardávamos posição, e assim confundíamos os marcadores.”

Como uma das peças vitais do esquema de Bruno Petri, Mirrai fez cinco gols e dezenas de assistências na campanha dos 100 gols do São Paulo no Paulista sub-15 2009, onde o maior beneficiado foi o atacante Ademilson, com o qual o jogador mostrou muito entrosamento.

Além disso tudo, o jovem tem estrela e marcou os dois gols que levaram o São Paulo para a Inglaterra, na disputa da Copa Nike. Na Inglaterra ele novamente foi destaque e despertou o interesse de clubes do mundo inteiro, principalmente ao marcar dois gols na grande final, quando o São Paulo venceu o Werder Bremem por 3 a 1.

Tudo isso já rendeu bons frutos ao atleta, que participou de boa parte do Paulista Sub-17 de 2010, mesmo sendo um ano mais novo do que a categoria e integrou o elenco da Copa São Paulo 2011.

Ele também renovou seu contrato com o São Paulo por cinco anos, no dia 1 de março.

Só falta a convocação para a seleção, que inexplicavelmente ainda não aconteceu.

Mirrai ora antes do jogo

Mirrai é um meia de muita chegada no ataque. Nos esquemas de Bruno Petri era o jogador que dava ritmo ao jogo, a bola sempre tinha que passar no pé dele.

Ditando a velocidade do jogo são-paulino, Mirrai mostra muita paciência, visão, toque e dominio de bola e tem esse ótimo costume de ser um belo garçom para seus companheiros.

Ademilson, atacante tricolor, que o diga. Dos 23 gols do atleta que foi artilheiro do Campeonato Paulista 2009, a grande maioria saiu dos pés do jovem Mirrai.

Outra caracteristica forte do atleta é a chegada ao ataque. Beneficio esse, que o esquema com Petri possibilitou para Mirrai, que costuma passar pelas costas dos zagueiros, como um elemento surpresa, livrando-se da marcação. Dessa maneira que Mirrai marcou os dois gols que selaram as passagens tricolores para a Inglaterra.

Com a qualidade ofensiva, vem a qualidade com a bola nos pés. Mirrai joga simples, os dribles são rápidos e os passes normalmente precisos. Além disso, os arremates costumam ter mais classe do que força, mostrando um toque refinado do atleta, algo parecido com o que via-se em Kaká, por exemplo.

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=miTMK-odVgk&feature=player_embedded]Mas dentre tantas qualidades a que mais ressalta e deve garantir o nome do garoto nos gritos tricolores, é o caráter. Primeiro, a gratidão com o clube: “O São Paulo foi primeiro time que me acolheu, abriu as portas pra mim. Estou no São Paulo desde bem pequeno e não tenho o que reclamar, muito pelo contrário”.

E acreditem, apesar da pouca idade e do alto destaque e importância que tem no São Paulo, Mirrai não trabalha com empresários, quer dizer, trabalha, mas eles são os próprios pais do atleta, que deixam claro que o filho deve focar apenas em jogar futebol, eles cuidam dos papéis. Tanto que, o jogador teve propostas de vários clubes, mas seus pais acharam melhor ele ficar no São Paulo, onde é feliz.

Times como o Santos, entre vários outros, que os pais preferem nem comentar, para não atrapalhar o filho. “Meus pais nunca me contam nada, falam pra eu me preocupar com a bola. Tive várias propostas, mas meus pais conversaram comigo e acharam melhor eu ficar por aqui e eu concordo e quero ficar, sou muito feliz no São Paulo”.

Se o atleta mantiver o ritmo, tem tudo, não só para ser feliz no São Paulo, mas também para deixar os torcedores tricolores muito felizes.

Perfil
Nome: Mirrai Leme Vieira
Nasc: 9 de janeiro de 1994
Natural de: Guariba – SP
16 anos de idade recém completados, meio-campista, campeão de assistências do Paulista sub-15, gol do título na Copa Nike 2009 e uma multa rescisória de 30 milhões de Euros. Por tudo isso e claro, um futebol bonito dentro de campo, que Mirrai Leme Vieira é uma das maiores promessas do São Paulo Futebol Clube.
História

Mirrai começou jogando em Guariba, cidade natal. Na pequena cidade do interior treinou futsal e futebol de campo, pelas equipes municipais, até o talento do garoto franzino chamar a atenção do olheiro do São Paulo, Tupã. Antes dos 14 anos Mirrai fez um teste em uma partida perto de Guariba mesmo, passou de primeira e foi pra capital para federar-se, para só então, aos 14 anos, voltar a grande cidade e dessa vez para ter residência fixa e morar no Centro de Formação de Atletas Laudo Natel, a famosa Fábrica de Craques Tricolores em Cotia.
No CT do São Paulo começou a fazer parte da equipe infantil, comandada até então pelo treinador Bruno Petri, que foi demitido no escândalo sobre a possibilidade do treinador estar envolvido em um esquema de aliciação de jogadores para o empresário Giuliano Bertolucci. Bomba que explodiu quando o companheiro de Mirrai, Lucas Piazon, processou o clube buscando a não efetivação de seu contrato profissional.
Para Mirrai, a saída do treinador deixou o grupo um pouco sentido. “Todos nós gostávamos dele, foi um pai e indicou os caminhos para a maioria dos atletas aqui. O grupo sentiu a saída do treinador, mas a vida é assim e tudo passa, é uma decisão que não cabe a nós.” comenta o jovem
Com o treinador Bruno Petri, Mirrai foi destaque em um quadrado mágico que era formado pelo meio-campo e os companheiros Lucas Piazon, Ademilson e Bruno Lamas, um time muito entrosado, segundo o jogador. “Esse esquema tinha quatro jogadores muito unidos. Tinhamos habilidade, toque de bola e claro, muita paciência para vencer os esquemas defensivos adversários. Além disso, era um esquema no qual não guardávamos posição, e assim confundíamos os marcadores.”
Como uma das peças vitais do esquema de Bruno Petri, Mirrai fez cinco gols e dezenas de assistências na campanha dos 100 gols do São Paulo no Paulista sub-15, onde o maior beneficiado foi o atacante Ademilson, com o qual o jogador mostrou muito entrosamento. Ainda por cima, marcou os dois gols que levaram o São Paulo para a Inglaterra, na disputa da Copa Nike, onde mais uma vez foi destaque e despertou o interesse de clubes do mundo inteiro, principalmente ao marcar dois gols na grande final, onde o São Paulo venceu o Werder Bremem por 3 a 1.
Tudo isso já rendeu ao atleta um contrato com uma alta multa rescisória, o valor estimado é de 30 milhões de Euros. Agora, ele espera juntar-se aos colegas Lucas Piazon, Lucas Farias e Jairo, também do tricolor, que já foram convocados para a seleção sub-16 e para isso pretende trabalhar firme. “Vou trabalhar o mais forte possível pra conquistar o novo treinador e garantir minha vaga no São Paulo. A seleção é algo que vem naturalmente e se vier, vou me esforçar muito para não tirar a amarelinha nunca mais.” comenta Mirrai Leme Vieira.
Caracteristicas
Mirrai é um meia de muita chegada no ataque. Nos esquemas de Bruno Petri era o jogador que dava ritmo ao jogo, a bola sempre tinha que passar no pé dele.
Ditando a velocidade do jogo são-paulino, Mirrai mostra muita paciência, visão, toque e dominio de bola e tem esse ótimo costume de ser um belo garçom para seus companheiros. Ademilson, atacante tricolor, que o diga. Dos 23 gols do atleta que foi artilheiro do Campeonato Paulista, a grande maioria saiu dos pés do jovem Mirrai.
Outra caracteristica forte do atleta é a chegada ao ataque. Beneficio esse, que o esquema com Petri possibilitou a Mirrai, que costuma passar pelas costas dos zagueiros, como um elemento surpresa, livrando-se da marcação. Dessa maneira que Mirrai marcou os dois gol que selaram as passagens tricolores para a Inglaterra.
Com a qualidade ofensiva, vem a qualidade com a bola nos pés. Mirrai joga simples, os dribles são rápidos e os passes normalmente precisos. Além disso, os arremates costumam ter mais classe do que força, mostrando uma espécie de toque refinado do atleta, algo parecido com o que via-se em Kaká, por exemplo.
Mas dentre tantas qualidades a que mais ressalta e deve garantir o nome do garoto nos gritos tricolores, é o caráter. Primeiro, a gratidão com o clube: “O São Paulo foi primeiro time que me acolheu, abriu as portas pra mim. Estou no São Paulo desde bem pequeno e não tenho o que reclamar, muito pelo contrário”, diz o jovem atleta.
E acreditem, apesar da pouca idade e do alto valor de sua multa rescisória, Mirrai não trabalha com empresários, quer dizer, trabalha, mas eles são os próprios pais do atleta, que deixam claro que o filho deve focar apenas em jogar futebol, eles cuidam dos papéis. Tanto que, o jogador teve propostas de vários clubes, mas seus pais acharam melhor ele ficar no São Paulo, onde é feliz. Times como o Santos, entre vários outros, que os pais preferem nem comentar, para não atrapalhar o filho. “Meus pais nunca me contam nada, me falam pra preocupar-me com a bola. Tive várias propostas, mas meus pais conversaram comigo e acharam melhor eu ficar por aqui e eu concordo e quero ficar, sou muito feliz no São Paulo.” revela o jovem meia.
Quanto a situação do colega Piazon, que está em batalha juridica com o São Paulo, Mirrai comenta pouco, mas é direto. “O Piazon mandou mal né? O elenco sentiu um pouco sim a atitude dele, mas cada um é um caso.”
Será que é tão dificil achar um jogador badalado e humilde? Mirrai mostra um exemplo de que a humildade faz parte do caráter da pessoa e é um jogador que mostra o caráter e a fome de bola, é um meio campo exemplar, um jogador exemplo.
This entry was posted in Especiais, Promessas do futebol and tagged , , , , . Bookmark the permalink.

4 Responses to Mirrai – Futuro camisa 10 do São Paulo

  1. Romeu Santos says:

    Mirrai,

    muita força, os verdadeiros sãopaulinos estão te apoiando e torcendo para que voce possa no futuro ser o nosso camisa 10 e com certeza nos dará muitas alegrias.
    Já passei por um momento semelhante,não me profissionalizei por “culpa ” minha mesmo, mas tenho certeza que voce erguerá a cabeça e será o titular do TRIcolor em breve.
    Siga em frente acredite, futebol voce tem, erga a cabeça e as oportunidades virão , às vezes temos que passar por essas coisas na vida para nos fortalecer, não se abale, vá e vença !!!

    Abraço.

    Romeu

  2. Vinícius says:

    Esse cara é muito ruim. Por causa dele o São Paulo foi eliminado da copa São Paulo de juniores. Ele é muito desatento. Entendo que tenha toda a questão da pressão, mas entrar em campo desatento como ele entrou, errar um gol cara a cara com o gol e sem goleiro e depois bater um penalti tão mal batido como ele bateu, o São Paulo deveria dispensá-lo no mesmo dia depois de bater nele com um gato morto até o gato miar…

  3. luis alberto dos santos says:

    sei o quanto da honestidade dos pai tive o prazer de levar varias vezes ele ate cotia juntos com meu filho sou feliz em saber que ele esta feliz quando meu filho estava ai fiquei feliz e estou ate hoje pelo tempo que passou ai nao deu certo no futebol mas meu filho aprendeu no sao paulo o valor do garoto e cidadao sao preservado parabens Deus tem um plano pra vc mirrai abraços e beijos do fundo do coraçao as portas que Deus abre nimguem fecha vc ja e vitorioso

  4. acho que eu sou bom de bola e quero ser o futuro 10 do sao paulo……

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>