Domingo 100sacional

Rogério Ceni

É difícil achar palavras para descrever a emoção deste último domingo, dia 27 de março de 2011, para qualquer são-paulino. Vários amigos meus me diziam: “O Rogério vai fazer o centésimo contra o Corinthians”. Eles tinham razão, o futebol é tão mágico, que chega a ser previsivel.

Com certeza não existiria adversário melhor para o maior ídolo da história recente (se é que já não se pode chamá-lo de maior ídolo de toda a história tricolor) do que o Corinthians. Tudo que envolve o clássico “Majestoso” vai muito além das quatro linhas e Rogério Ceni sabe muito bem disso.

Com tanta coisa que rodeava o jogo entre São Paulo e Corinthians: brigas politicas, rivalidade entre as torcidas, jogadores falastrões e principalmente o tabu de 12 jogos sem vitórias dos tricolores sobre os alvinegros… um dos gols mais especiais da vida do Rogério teria que ser contra a gambazada.

Um golaço. Acompanhei muitos gols de Rogério Ceni no Morumbi. De pênalti e de falta… Desta vez não estava no estádio e mesmo assim a emoção foi indescritivel.

No meu ambiente de trabalho, quase não consegui me controlar.

O Cicinho disse uma vez para nossos rivais: “O choro é livre e difícil de conter”. Bom, neste domingo foi exatamente o inverso. A alegria era muito grande e foi ela que não pode ser contida.

Tive que ir ao banheiro e ligar para meus parentes tricolores para comemorar esse gol incrível, quase não segurei as lágrimas, confesso.

Fiz um texto no botecão do futebol, onde disse que já chorei no Morumbi. Esse gol, com certeza me deixaria de rosto inchado e olhos vermelhos na Arena Barueri, assim como vi muitos companheiros tricolores chorando com suas câmeras em mãos nas arquibancadas, durante a transmissão da partida.

Depois, com mais calma, consegui ver que essa sensação não foi só minha ou de toda a nação são-paulina nas arquibancadas ou ligadas nos televisores e rádios do mundo inteiro. Foi também de Rogério. Nem quando ele marcou contra o River Plate e garantiu a vaga na final da Libertadores, ele comemorou um gol dessa maneira, tão eufórica.

A marca de Rogério é pessoal, mas nem por isso é um recorde só dele. É um recorde do São Paulo, que agora tem o primeiro goleiro da história do futebol mundial a anotar 100 gols. É também um recorde da torcida são-paulina, afinal, a primeira torcida no mundo a ter todas as maiores emoções possíveis para festejar com seu grande ídolo.

Para quem é são-paulino, não resta nada além de desejar vida longa ao Rei Rogério, com certeza o maior ídolo dessa geração de tricolores.

E aqui, neste vídeo, são 100 presentes para a nação mais feliz do Brasil!

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=Z123HgIifps]

This entry was posted in Especiais and tagged , , , , , , . Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>