Que começo de playoffs da NBA

Meu Deus, ninguém imaginava um começo de playoffs tão bom quanto este. Muitos jogos emocionantes, equilibrio e até algumas surpresas.

Chicago Bulls @ Indiana Pacers – Alguém poderia imaginar que logo de cara e em Chicago, o Pacers acabaria com a série invicta do Bulls? Pois é, isso quase aconteceu. Eles dominaram o jogo por boa parte e tiveram boa diferança no placar. Danny Granger jogou muito, mas não deu. Nem todos os times tem jogadores que sabem fechar as vitórias… o Bulls tem, chama Derrick Rose. A série já está 2-0 para os lideres da temporada regular e o futuro não é próspero para o Indiana… apesar da equipe jogar a próxima em casa.

Miami Heat @ Philadelphia 76ers – O Big Three da Flórida teve um começo de playoffs dentro do esperado. Afinal, alguém não espera pelo menos um 4 – 1? Acho que vai ser 4 – 0, pela facilidade com a qual o Heat levou os dois confrontos iniciais. O começo da série mostrou ainda mais que as chances do Sixers são minimas… sei lá, quem acredita em milagres?

Boston Celtics @ New York Knicks – O Celtics vai levando por 2 – 0 o confronto mais equilibrado e mais emocionante de se assistir nessa fase dos playoffs. Para azar do Knicks, na primeira partida Melo não fez a diferença, mas para a sorte, Amar’e Stoudemire estava inspirado. Quase deu para superar a inspiração de Ray Allen (e do arbitro). O Knicks liderou o primeiro jogo até os segundos finais, quando a arbitragem viu falta ofensiva duvidosa de Melo. A posse foi para o Celtics, Ray Allen acertou de três. Na chance do Knicks, Melo não conseguiu repetir o feito do adversário. No segundo duelo, Melo brilhou com 42 pontos, mas Stoudemire jogou pouco pois sentia fortes dores nas costas. Com Melo e Stoudemire inspirados, o Knicks pode ganhar a série. Sem um deles, o Boston leva a pequena vantagem, que garantiu as duas vitórias por dois e três pontos de diferença.

Atlanta Hawks @ Orlando Magic - Um bom confronto até o momento. A série está empatada com uma vitória para cada lado e o futuro dessa disputa é totalmente imprevisivel. Na minha opinião as duas equipes se equivalem. O Hawks conta com Jamal Crawford para brilhar quando deixa o banco. Joe Johnson para pontuar na segurança. Sem falar no Al Horford. O Magic tem o melhor jogador defensivo da NBA: Dwight Howard. Além de defender, D12 ainda brilha na pontuação e passou dos 30 pontos nos dois jogos. Gilbert Arenas é um reserva de luxo e Hedo Turkoglu costuma jogar melhor quando sobrpressão. Acho que vai dar Magic, mas é achismo puro.

San Antonio Spurs @ Memphis Grizzlies – Surpresa! O líder do Oeste perdeu logo de cara e para o Grizzlies ainda. Tim Duncan voltou. Tiago Splitter nem jogou e a equipe não passou pelo Grizzlies em San Antonio. A diferença foi pouca, mas decisiva. Um jogão que surpreendeu quem esperava facilidade para o Spurs. Marc Gasol e Zach Randolph fizeram a partida de suas vidas e dominaram as ações do garrafão, limitando o jogo do Spurs. O Grizz precisa de mais três jogos nesse nível. Não fez isso durante toda a temporada e dificilmente fará agora. O Spurs fez e deve se recuperar no confronto.

Los Angeles Lakers @ New Orleans Hornets - O Lakers começou muito mal a sua nova arrancada nos playoffs. O time inteiro e Pau Gasol em especial, teve uma atuação bem ruim. Não bastasse isso, é claro que é complicado enfrentar Chris Paul em uma série de playoffs. Ele brilhou e o Hornets dominou o primeiro confronto. O Lakers precisa melhorar em relação ao duelo inicial, se ainda quiser passar pelo New Orleans. O mais difícil será arrancar a vitória fora de casa. Se o Lakers perder o próximo jogo pode se considerar fora da disputa do título.

Dallas Mavericks @ Portland Trail Blazers – Até agora o Mavs não teve qualquer dificuldade para superar o Blazers. Foram dois placares com boa diferença e duas vitórias mais do que esperadas. O time se deu bem ao perder a segunda colocação do Oeste para o Lakers. O confronto com o Blazers é mais tranquilo do que um duelo com o Hornets. O Mavericks não perde esse confronto de jeito nenhum e já pode pensar no seu adversário da próxima fase.

Oklahoma City Thunder @ Denver Nuggets – Durant e Westbrook vão levando o Oklahoma City nas costas. Só eles e mais ninguém vão levar a franquia para a próxima fase. No primeiro jogo eles combinaram 72 dos 107 pontos marcados pelo Thunder. Nenê subiu de produção, manteve a alta média de acerto dos arremesso (fez 9 de 11) e marcou 22 pontos, além de oito rebotes. Nenê não é um grande reboteiro. O Nuggets depende do seu banco para virar o confronto. Depende de Raymond Felton, Al Harrington e do Birdman Chris Andersen. Se eles jogarem bem o Nuggets pode vencer, afinal, Westbrook e Durant não ficam em quadra 100% do tempo e o Denver tem que aproveitar estes momentos.

This entry was posted in News NBA, Uncategorized. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>