Lucas Farias – Improvisado para acabar com os improvisos!

Lucas Farias é o lateral direito mais promissor do Brasil. Ganhou a posição no São Paulo ainda com 13 anos de idade e desde então não largou mais. Foi improvisado, mas pode acabar com os improvisos da lateral direita tricolor.

Lucas começou cedo. Aos cinco anos fez parte de duas escolas, uma delas era a Chute Inicial, que fica em Pirituba, na Zona Oeste de São Paulo.

Desde pequeno o jogador chamou a atenção de seus treinadores, sendo que um deles era o lateral Índio, que fez sucesso no Santos.

Talvez isso tenha ajudado o atleta, que aos 11 anos brilhou nos olhos do treinador Serginho Fraldinha, que convocou Lucas junto com alguns outros meninos de Pirituba para integrar uma equipe de Osasco em um campeonato no Chile.

No Chile, Lucas foi o melhor jogador do torneio, ainda como meio-campista. De volta ao Brasil, o jovem já ingressou no São Paulo.

Sua versatilidade como jogador rendeu-lhe a posição de lateral. Em uma partida do sub-13, o time carecia de um atleta para a posição e então o treinador Toninho deslocou o Lucas para o lado do campo.

Foi tiro certo, ele dominou a direita e não largou mais o posto.

A evolução como lateral foi surpreendente nos últimos anos. Com o treinador Bruno Petri Lucas disputou o Paulista sub-15 em 2009 e marcou cinco gols. Em 2010, mesmo sendo um ano mais novo do que os outros jogadores da competição, Lucas Farias foi titular absoluto do tricolor e ainda marcou mais quatro gols.

O destaque teve como conseqüência a vaga na seleção brasileira, mais do que justa. De todas as convocações da categoria, Farias não apareceu apenas na última, que disputou o Sul-Americano Sub-17.

O espelho de Lucas hoje é o também lateral direito Daniel Alves. Para chegar no mesmo nível, o garoto trabalha muito seus atributos físicos e é conhecido no São Paulo por sua velocidade, arrancada e principalmente por ser ” incansável”.

Quando na esquerda, Lucas gosta de infiltrar em diagonal, quando jogando de volante, o que cada vez acontece menos, o atleta trabalha mais a sua técnica de passe e de arremate, mesmas características que funcionavam bem quando ele começou como meia ofensivo.

Apesar de ter ido improvisado para a lateral direita, Lucas viveu muitos dias de outros improvisos nos últimos anos.

Durante o Paulista Sub-15, sua versatilidade foi um ponto forte.

Dos seus cinco gols, dois foram marcados quando jogando de lateral esquerdo e um quando jogava de meio-campo. A resposta para isso é bastante simples. Quando jogando de lateral esquerdo ou meia, Lucas se desprende um pouco do seu ponto mais fraco, que é a marcação. Na esquerda atua quase como um meia, infiltrando em diagonal e como meia, é simplesmente um meia.

Já jogando na direita, a cobrança do treinador é mais forte, em um ponto que o jogador sabe que precisa melhorar e por isso as subidas ao ataque são menos constantes, mas quando acontecem, sempre levam perigo.

Quanto ao interesse dos gigantes europeus, que era inevitável, Lucas faz parte do enorme número de jogadores são-paulinos assediados por Chelsea e Arsenal, mas o torcedor são-paulino pode ficar tranquilo. Lucas tem o objetivo de tornar-se profissional pelo São Paulo.

NOTA: Está de fora do Paulista com uma lesão no Púbis. (tratamento até o final de maio)

FIQUE LIGADO NO TWITTER DO BLOG -> @gabrielfuh_

This entry was posted in Especiais, futebol-news, Promessas do futebol, Uncategorized. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>