Bruno Lamas – A promessa santista que veio do São Paulo

Entre Santos e São Paulo

Nascido em abril de 1994, Bruno já despertou o interesse e até a disputa entre dois grandes times de São Paulo. Um deles, o clube pelo qual jogou ainda no infantil, o São Paulo Futebol Clube e o outro, o novo clube, onde treina e joga desde o começo de 2010, o Santos.

Apesar da palavra disputa, a troca de Bruno foi tranquila. Sem alarde, sem problemas e com ambas as portas sempre abertas para uma possível volta. É claro, muitas vezes não é assim que tudo acontece e São Paulo e Santos já tem algumas intrigas por causa de jovens jogadores que trocaram um clube pelo outro, mas não é este o caso.

O Santos conversou com o garoto ainda em 2009, mas a famíla e ele mesmo decidiram esperar. Em 2010 o São Paulo não apareceu com uma proposta oficial para Bruno, como fez com outros garotos, como Mirrai, Allan e Piazon… Já o Santos não perdeu a oportunidade e ofereceu um contrato profissional para que o atleta, que completou 16 anos em abril, passasse a fazer parte do elenco santista.

Mesmo que tenha sido tranquilo, é claro que nem todos ficam satisfeitos. O técnico Bruno Petri, que treinou Bruno no Sub-15 do São Paulo, deixa clara a sua posição e seu conceito sobre o atleta:

“Como o São Paulo deixa um jogador da qualidade do Bruno Lamas sair? Isso é absurdo. É um meio-campo completo, que pode cumprir muitas funções no campo. Tá de brincadeira deixar um jogador como ele sair numa boa”, declarou Bruno Petri, em entrevista concedida a este blog.

Pelo Tricolor

Bruno Lamas chamou a atenção, não só do Santos, mas do mundo, quando atuou no time do São Paulo que foi campeão da Copa Nike sub-15 e vice-campeão paulista em 2009. Foi com este time que Bruno conseguiu destaque ao atuar junto com o meio-campista Mirray, e os atacantes Lucas Piazon e Ademilson.

Parte do meio campo tricolor, o meia tinha uma função de marcar mais do que o seu companheiro de setor, Mirrai. No entanto, isso não quer dizer que a criação ficava toda por conta do outro.

Era com Lucas Piazon que Bruno mostrava ótimo entrosamento e acabou fazendo várias tabelas, mostrando um jogo consciente e rápido, chegando diversas vezes as redes, ou então, deixando os colegas de equipe em boas condições de marcar.

Segundo muitos em Cotia, Bruno era um meio campo que poderia cumprir diversas funções em campo. Não era de fato um volante, mas também não era apenas meia de criação. Bruno Lamas poderia se encaixar em um meio termo entre as duas posições e funções. Como disse o próprio Bruno Petri, treinador de Bruno no infantil.

O meio-campista lembra com muito carinho dos bons tempos de São Paulo

“Eu fiz muito gol com passe do Piazon e dos outros garotos e eles também fizeram em jogadas minhas. A gente tocava muito bem a bola, nos ajudávamos, era bom de jogar”, comenta o meio-campista.

O ano de 2009 foi realmente especial. No paulista sub-15 o São Paulo fez história com o ataque de 100 gols, dos quais 10 foram de Bruno Lamas, que ficou empatado com Lucas Piazon na vice-artilharia do time. Mas especial para o jogador foi disputar a Copa Nike em Manchester e claro, vencer o torneio sagrando o São Paulo o melhor time do mundo na categoria. Nas palavras do próprio jogador:

“Não dava pra acreditar que a gente tava lá. Jogamos felizes, com alegria, foi muito bom.”

Esse desempenho chamou também a atenção do treinador da seleção brasileira sub-15, na época era Leandro Simpson, que não hesitou e chamou o atleta para compor o elenco.

Infelizmente o jogador foi cortado pouco antes do sul-americano para o qual havia sido convocado devido a uma lesão

“Eu senti muitas dores na coxa durante os treinos. Tentei aguentar para jogar com a amarelinha, mas não deu”, comenta o atleta, um pouco desapontado.

Sem vinculo profissional com o tricolor, Bruno deixou o São Paulo no começo de 2010 para jogar pelo Santos, em busca de novas glórias e pronto para um novo desafio. Do São Paulo o jogador guarda boas lembranças, como a do treinador Bruno Petri, tido pelo jogador como um verdadeiro pai

“O Bruno foi meu treinador no infantil. Ele foi o melhor treinador, não só pra mim, mas pra muitos outros do São Paulo também. Se eu pudesse escolher, gostaria de jogar sempre com ele”.

No Santos e atualmente

Em 2010 Bruno Lamas chegou ao Santos com status de jogador indispensável. Para a equipe santista foi uma vitória conseguir levar o garoto para treinar no litoral.

Só que 2010 não é ano dos jogadores 1994 jogarem o Paulista. O torneio se divide em sub-15, sub-17 e sub-20 e com 16 anos Bruno Lamas não está entre as principais escolhas para jogar o campeonato sub-17, normalmente a equipe titular desses torneios é toda formada por jogadores que já fizeram 17 anos, e em 2010, são os nascidos em 1993.

Mesmo assim Bruno Lamas não ficou de fora. Como jogador essencial e de futebol muito apreciado no Santos, foi logo se entrosando na equipe e em pouco tempo conseguiu o lugar de presença cativa, ao menos no banco e como arma do time para um momento de necessidade.

No Santos Bruno está vivendo uma nova fase da carreira, em um clube com outro conceito:

“Estou gostando muito do Santos. O ambiente é ótimo, aqui as coisas não são rigidas como no São Paulo, estou gostando muito, estou feliz aqui”, diz o jogador, que salienta que não tem nada pra reclamar do São Paulo “Lá no São Paulo é ótimo também, nunca faltou nada, é um ótimo lugar pra viver, pra jogar bola, mas estou mais feliz no Santos”.

Entrando com o jogo em andamento, Bruno marcou dois gols no Paulista 2010.

Em 2011 já virou titular  e é essencial para a equipe que está na fase final do Paulista Sub-17.  Bruno é o homem das bolas paradas do Santos. Através das faltas, o meio-campista faz gols e dá assistências.

Se ainda estivesse no São Paulo, Bruno com certeza poderia fazer diferença no elenco tricolor, que acabou eliminado na terceira fase do Paulista Sub-17, ajudando a suprir as ausências de Mirray (lesionado) e Lucas Piazon (vendido ao Chelsea).

O futebol de Bruno já chamou a atenção de clubes do exterior. Nick Arcuri, representante do Tottenham no Brasil, não confirma, mas olheiros da equipe inglesa estiveram no país e ficaram animados com o futebol de Bruno Lamas. Tão animados quanto a Puma, que pensou rápido e já fechou contrato para patrocinar o jovem atleta.

No vídeo abaixo, alguns lances de Bruno Lamas, todos na Copa 2 de Julho 2011, onde o Santos foi finalista e o meia marcou vários gols, inclusive na final contra o São Paulo.

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=c6NR7MPx8AY]

This entry was posted in Promessas do futebol. Bookmark the permalink.

5 Responses to Bruno Lamas – A promessa santista que veio do São Paulo

  1. gabrielfuh says:

    Yes, i’ve written all of them

  2. Are all of such articles written you or have you hire a writer?

  3. Obrigado pelo retorno! Não esperava tanta riqueza de detalhes, ainda por cima.
    Visitar o seu blog é um dever e, principalmente, um prazer, pelo fato de ser tão sortido em informações do futebol de base.

  4. O time que jogou a final foi formado por: Jairo, Fabricio (deixou o spfc não sei onde está) Caique (está no Santos), Carlos Chaba e Felipe Conde (também deixou o São Paulo); Alan, Pedrinho, Bruno Lamas e Mirray, Piazon e Ademilson.

    No entanto o time base que conquistou a vaga para jogar em Manchester era: Jairo, Lucas Farias, Henrique Piotto (desistiu da carreira), Breno (também deixou o SPFC) e Felipe Conde, Alan, Pedrinho, Bruno Lamas, Mirray, Piazon e Ademilson….

    Esse esquema com Lamas, Mirray, Piazon e Ademilson se tornou uma espécie de quadrado mágico do Bruno Petri, treinador do Sub-15 do São Paulo na época. Esse ataque fez história no Paulista da categoria ao marcar 100 gols na competição e chegou ao menos até a final de tudo que disputou.

  5. Gabriel, você conseguiria informar qual foi a escalação daquele São Paulo sub-15, campeão do “Mundial” da categoria, em Manchester, em 2009?

    Entre os mais renomados, estavam Jairo Lourençon, Lucas Farias, Allan, Lucas Piazon, Mirray, Ademílson… mas quem mais compôs aquele time tão vitorioso?

    Parabéns pelo trabalho.
    E aproveito para desejar sorte ao Bruno Lamas no Santos FC!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>