Uma palavra com Luis Alvaro de Oliveira Ribeiro

Quando o time é campeão tudo é uma maravilha. Com o Santos campeão da Libertadores Luis Alvaro de Oliveira Ribeiro não poderia estar mais contente.

Se o trabalho é bem feito no principal, também tem que ser bem feito na base e sobre isso eu tive uma breve conversa com o presidente. Foi breve pois ele estava com pressa e meu trabalho na Globo sempre vem em primeiro lugar, claro.

A primeira e principal pergunta é claro sobre quem pode ser a grande estrela. Afinal, quem pode ser um novo Neymar?

Para o presidente do Santos os candidatos que levam a dianteira são Victor Andrade e claro, Gabriel Barbosa, o Gabigol. Luis Alvaro mostrou-se feliz de conseguir “segurar” os dois jogadores no clube santista, com o projeto de carreira feito.

O Santos quase perdeu Victor Andrade como perdeu Jean Chera e teve complicações na efetivação de Gabriel.

Jean Chera

Chera foi assunto muito comentado. Segundo Luís Alvaro, não havia como manter o atleta no time.

“Os pais dele me pediram 1 milhão de reais de luvas e depois um salário que crescia, 60, 120 mil”, comentou o presidente, confessando que o problema foi além de dinheiro. “Queriam uma clausula que obrigava o Santos a colocá-lo no elenco profissional a partir do ano que vem, com a obrigação de escalar. Não fizemos e jamais faremos esse absurdo. No Santos não vai ter jovem ganhando igual estrela do profissional”.

Problema na renovação com Gabriel Barbosa

O Gabriel Barbosa é empresariado por Wagner Ribeiro e chegou a ter complicações com o Santos na hora da renovação.

“O que aconteceu foi totalmente normal, ele simplesmente puxou para o lado dele, é natural. Ele tem que valorizar o atleta”, disse o presidente. “O Wagner nos respeita muito e sabe como lidar com isso. O que aconteceu foi normal, não tememos perder o Gabrielzinho em nenhum momento”.

Assédio aos jogadores

Perguntei ao presidente se o clube ficava assustado com o assédio dos times europeus e a resposta foi muito clara:

“Quando temos qualidade isso é natural, vão procurar e correr atrás, mas tenho certeza que o Santos tem a possibilidade de oferecer o melhor para esses garotos e por isso não tememos esse assédio”.

FIQUE LIGADO NO TWITTER DO BLOG -> @gabrielfuh_

This entry was posted in Especiais, futebol-news. Bookmark the permalink.

One Response to Uma palavra com Luis Alvaro de Oliveira Ribeiro

  1. Helder says:

    Bem que poderiam ter lembrado do Dorival Junior, achei que faltou esse reconhecimento…

    Quanto ao trabalho de base deles é algo que deve invejar muitos clubes, na certa vários jovens sonham em jogar lá, se destacar e virarem ídolos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>