Balanço do São Paulo na Copa Independência Bicentenário Sub-17

O São Paulo viajou até o México para defender o seu título na Copa Independência Bicentenário Sub-17. O tricolor não conseguiu chegar até a final, mas garantiu ao menos a terceira colocação.

Ademilson, artilheiro da Copa Independência Sub-17 com seis gols

Uma única derrota foi fatal para o São Paulo na competição. O time acabou pagando o preço de uma competição curta e que não permite falhas.

Pela qualidade do jogo que o São Paulo apresentou ficou muito claro que o time tinha total capacidade de conseguir o bicampeonato.

Ademilson acabou artilheiro com seis gols.

Lucas Pajeu, que veio do Diadema por empréstimo, mais uma vez provou que tem bola pra jogar no São Paulo e fez um bom campeonato.

Allan em disputa com jogador do América-MEX

Pedrinho ficou com uma função mais ofensiva no meio campo e mostrou muita versatilidade e um bom desempenho.

Allan, pelo que foi dito e pelos poucos vídeos, mostrou que está bem próximo do Allan que chegou a seleção com méritos. Além de Jairo, que teve ótima participação e provou que ainda merece chance na seleção brasileira com toda a certeza.

A defesa falhou em apenas dois jogos, mas Carlos Chaba mostrou que está 100% depois de voltar de lesão. Já tinha mostrado isso no Paulista Sub-17 e confirmou na Copa Independência.

O time mostrou que não sofre muito por jogar sem Lucas Piazon, que não viajou por estar com caxumba.

Jairo sai bem do gol contra o América-MEX

O São Paulo teve uma estreia muito complicada. Logo de cara pegou o América-MEX, que jogava em seu próprio centro de treinamento e por isso já estava bem acostumado com o campo.

Com o gramado sintético, campo com dimensões reduzidas e a marcação forte mexicana, a partida foi muito complicada. Ademilson, cobrando pênalti, conseguiu os três pontos para o tricolor, que ficou em boa posição com o empate entre Boca Jrs e Chivas

O São Paulo descansou no segundo dia de competição e voltou para campo para enfrentar o Boca apenas no dia 24 e essa partida decidiu o rumo tricolor na competição.

Ademilson entre três marcadores do Boca

O São Paulo saiu na frente com um gol de Romário e a partir desse momento o Boca Jrs tentou fazer pressão.

O árbitro começou a decidir o jogo quando expulsou Arthur, aos 14 minutos de jogo. Apenas cinco minutos depois do árbitro ter expulsado o lateral-esquerdo do São Paulo, Felipe Unai agrediu um jogador adversário e também foi expulso.

Conversando com os jogadores são-paulinos, ouvi que eles acreditam que apenas a expulsão de Unai foi justa.

Com dois a menos ficou difícil segurar a equipe argentina, que com a superioridade numérica se lançou bem mais ao ataque e conseguiu virar o jogo com dois belos chutes de fora da área.

Só deu Boca no segundo tempo e o São Paulo ainda teve Carlos Chabá expulso, quando o jogo já estava decidido.

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=DerbLfKQuTA]

Essa foi a partida que custou o título para o São Paulo. Não fosse isso o tricolor com certeza teria chego na grande final e provavelmente até teria sido campeão.

Depois o São Paulo, já sem chances de título, enfrentou o Chivas e fez o melhor jogo da competição, com nove gols e mostrou muito poder de superação. Mostrou porque esteve duas vezes atrás no marcador e conseguiu virar em ambas as situações e vencer o jogo por 5 a 4.

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=WVrJEsTO8yM]

Com a vitória o São Paulo precisava vencer o Monterrey para não ter que torcer contra o Chivas na briga pela vaga na disputa do terceiro lugar e conseguiu em uma partida bastante complicada, para quem enfrentava o lanterna do grupo.

Depois, mostrando toda a sua força e em uma grande partida de Ademilson, que participou de todos os gols, o São Paulo goleou o Pachuca para subir no pódio.

Ademilson deu o passe para Lucas Pajeu fazer o primeiro. Fez a jogada do pênalti e converteu a cobrança da penalidade. Faz ótima jogada individual no terceiro e dá o gol para Romário para completar o placar.

O tricolor dominou a partida por completo, criando diversas chances. O resultado de 4 a 0 foi justo, mas se fosse mais elástico, refletiria até melhor o que foi o jogo.

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=Fmlms0oVmb0]

Apesar de não ter mantido o título que conquistou no ano passado, o saldo ainda é positivo para o São Paulo, pelo desempenho que o time teve, tanto individual, quanto coletivamente.

Slideshow com mais de 60 fotos do São Paulo na Copa Independência. As fotos, para quem quiser ver uma especifica, estão em anexo abaixo dos slides. A navegação dos slides não está relacionada com as miniaturas.

[Gallery not found]
This entry was posted in Copa Bicentenário. Bookmark the permalink.

One Response to Balanço do São Paulo na Copa Independência Bicentenário Sub-17

  1. Claudia Feige says:

    Alguel tem o video do jogo São Paulo x Monterrey?

    Claudia Feige

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>