Com seleção mais jovem, Ney Franco pensa em terceiro título consecutivo e no futuro da categoria

Misael, o mais jovem do Brasil no Pan-Americano

A seleção Sub-20 do Brasil tem um desafio e tanto no Pan-Americano de Guadalajara. Com uma seleção totalmente reformulada, o Brasil Sub-20 tenta o seu terceiro título consecutivo, depois de dar show no Sul-Americano e no Mundial da categoria.

A seleção convocada por Ney Franco é bem mais jovem do que as que disputaram as outras competições. A média de idade da convocação é de apenas 18,8 anos, mas há um motivo:

“Adotamos este critério de não chamarmos para o Pan-Americano os atletas que atuam nas equipes principais e também não chamamos atletas que atuam no exterior. Isso deixou o nosso leque de opções mais reduzido e motivou a convocação de alguns jogadores mais jovens, mas viemos pelo título”, explica Ney Franco.

É uma possibilidade de pensar no futuro, nas próximas competições da categoria, ressalta o treinador.

“A ideia é que este trabalho seja mais do que a disputa do Pan. A gente trouxe jogadores mais jovens, como o Misael e são jogadores que criam história na seleção. São alguns atletas que observamos já pensando no próximo Sul-Americano e no próximo Mundial Sub-20. Estamos fazendo uma mescla, para termos um time competitivo no Pan e também contar com jogadores que acreditamos ter o perfil da seleção para um trabalho futuro na Sub-20 e até na principal”.

O primeiro desafio do Brasil, na quarta-feira, é logo a seleção da Argentina, considerada a maior rival, mas Ney Franco não acredita que este seja o momento mais difícil da competição:

“Na primeira fase todos estão com suas seleções sub-20, inclusive a Argentina e creio que não teremos muitos problemas. A pedreira para nós será enfrentar México, Uruguai e Equador, pois eles vieram com suas seleções sub-22 e ainda mais três atletas acima da idade. Quando enfrentarmos essas seleções mais velhas, vamos ter que jogar muito acima do nosso limite, mas confio que este grupo pode fazer isto”.

O Brasil encara a Argentina na quarta-feira, às 20h (horário de Brasília) e segundo Ney Franco, deve ir a campo com a mesma equipe que goleou o juniores do Chivas por 5 a 1 no último amistoso: César, Madson, Luccas Claro, Romário e Miranda; Misael, Lucas Zen, Felipe Anderson e Patinho; Rafael e Henrique.

This entry was posted in Pan-Americano, Seleções brasileiras. Bookmark the permalink.

One Response to Com seleção mais jovem, Ney Franco pensa em terceiro título consecutivo e no futuro da categoria

  1. helder9 says:

    Gosto do trabalho do Ney, esse não tem medo de desafios, de lançar jogadores, não é do tipo espalhafatoso e ranzinza, parece ser do bem e com certeza é muito trabalhador, gostaria dele no meu time, ainda mais agora, rs

    Sorte pra ele, que venha mais um título, ele merece.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>