Prévia: Desportivo Brasil muito perto do título do Paulista sub-15 em cima do São Paulo

Na manhã deste sábado, às 9h, São Paulo e Desportivo Brasil decidem o campeão do Paulista sub-15 de 2011, em Porto Feliz.

No primeiro jogo, em Cotia, o Desportivo Brasil venceu o São Paulo por 2 a 0 e deu uma passada larga em busca do título.

Renato toca na saída do goleiro e faz o segundo do Desportivo no jogo de ida

Com o comando de Bruno Gomes e Renato, no ataque, autores dos gols no primeiro confronto, a equipe gerida pela Traffic está realmente perto de conquistar o estadual. Jogando em Porto Feliz os garotos do Desportivo podem perder por até dois gols de diferença, que ainda assim deixarão o gramado como campeões.

Bruno é o artilheiro do campeonato e amanhã pode atingir um recorde para fazer história duas vezes

O atacante, que está no Desportivo Brasil para jogar no Manchester United quando fizer 18 anos, tem 29 gols na competição e precisa de mais quatro para passar a marca de Hugo Ragelli, do Palmeiras, que fez 32 gols no Paulista Sub-15 de 2010.

Bruno Gomes comemora com os companheiros seu gol no jogo de ida

Se conseguir o feito, além de marcar quatro gols em uma decisão de campeonato, Bruno será o maior artilheiro da história do estadual da categoria.

Outro jogador também espera um gostinho especial da decisão: Elvis Garcia, o meia organizador da equipe do Desportivo, teve uma curta passagem pelas categorias de base do São Paulo e disse, em entrevista, que ganhar do ex-clube é uma motivação a mais.

O tricolor, por sua vez, joga por uma missão quase impossível: vencer o Desportivo Brasil por três gols de diferença.

Bruno Gomes e Renato comemoram o primeiro gol do jogo de ida

O Desportivo sofreu apenas dez gols em toda a competição e só tomou mais do que um na mesma partida, ainda na primeira fase, na derrota para o Guarani por 2 a 0.

Com o melhor ataque, a melhor defesa e a melhor campanha do Paulista sub-15, a equipe de Porto Feliz perdeu apenas duas vezes. Além da derrota para o Guarani, na primeira fase, o Desportivo Brasil também foi derrotado pelo Palmeiras por 1 a 0.

A missão dos garotos do São Paulo é muito complicada, mas nas semifinais, também desacreditados depois de terem perdido para o Santos por 3 a 1 no jogo de ida, os garotos do tricolor surpreenderam todos e fizeram história.

Joanderson, Bruno Silva e Gabriel Machado, comemoram gol contra o Santos

Eles não só devolveram o placar pra cima do badalado time do Santos, como aplicaram uma goleada por 6 a 0 e reverteram uma situação que para muitos também era quase impossível.

Porém, na final, a equipe são-paulina joga desfalcada de três jogadores essenciais na fase final da competição: Bruno Silva, Joanderson e Matheus Queiróz, estão com o grupo da seleção sub-15 que disputa o Nike Friendlies, nos Estados Unidos.

Joanderson marcou quatro gols na goleada sobre o Santos e Bruno Silva marcou um. Além disso, todos os três tiveram participação determinante no resultado elástico.

Eles já não participaram do primeiro duelo contra o Desportivo Brasil.

No primeiro jogo, Menta, treinador do sub-15 do São Paulo, treinou a semana inteira com os três jogadores de seleção, acreditando em uma liberação da CBF para que eles se apresentassem com um dia de atraso e disputassem ao menos o jogo de ida da final. A liberação não foi concedida.

Com isso o São Paulo entrou com um ataque reformulado e desentrosado. Os jogadores trocavam de lado, sem muita efetividade.

Uma semana depois, treinando sem os atletas de seleção, o São Paulo precisa fazer uma apresentação magnifica para tirar a taça das mãos do Desportivo Brasil.

Assista aos gols do primeiro jogo:

About Gabriel Fuhrmann

Jornalista formado desde 2011, especializado em futebol de base.
This entry was posted in Paulista Sub-15. Bookmark the permalink.

One Response to Prévia: Desportivo Brasil muito perto do título do Paulista sub-15 em cima do São Paulo

  1. Missão complicadíssima a necessária para conseguir o título – vencer o ótimo adversário por três gols de diferença e, ainda por cima, na casa deste.

    A maravilhosa goleada na segunda partida semifinal contra o Santos FC, por 6 a 0, no CFA de Cotia, para mim, como torcedor, me deixou plenamente satisfeito. Não seria hipócrita de dizer que não ficaria ainda mais contente com a possível conquista do Campeonato, mas a verdade é que não peço mais nada ao sub-15 são-paulino.

    Rio de orelha a orelha desde o citado episódio. Nem o fato de a CBF ter impedido a participação dos três principais jogadores são-paulinos no primeiro jogo da final, nem mesmo o resultado deste (2 a 0, para o Desportivo Brasil), foram notícias ruins o suficiente para mexer com o meu bom estado de humor. O troco, para com os algozes santistas, estava engasgado. Foi, enfim, dado.

    É claro que falo apenas por mim. Amanhã, os meninos tricolores entrarão em campo e lutarão pelo troféu, sem se permitir qualquer tipo de sentimento derrotista – o famoso não dá mais” – ou como o meu – “já cumprimos o nosso papel no Campeonato”.

    Boa sorte a eles! E parabéns ao campeão e vice.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>