Divulgada a lista de inscritos do São Paulo para a Copinha

O São Paulo divulgou a lista com a numeração dos atletas inscritos na Copa São Paulo de 2012. São 30 nomes e cinco ainda serão cortados, já que a equipe só pode levar 25 atletas para a competição. Uma lista que causa estranheza em muitos aspectos.

Primeiro a lista e depois uma análise da mesma…

Confira:

Goleiros

1- Felipe Passoni – 93

12 – Jairo – 94

20 – Michael -95

31 – Gabriel Miotti – 94

Zagueiros

3 – Lucas – 94

4 – Marcelo – 93

14 – Lucas Cavalcante – 96

15 – Carlos Chaba – 94

16 – Felipe Barros – 94

18 – Hugo – 95

Laterais

2 – Gabriel Modesto – 93

6 – Patrick – 94

13 – Lucas Farias – 94

17 – Arthur – 94

21 – Danilo – 93

Volantes

5 – Allan – 94

7 – João Felipe – 93

22 – Matheus Reis – 95

23 – Hugo Rodrigues – 93

Meias

8 – Nelsinho – 94

10 – Mirrai – 94

19 – Pedro – 94

Atacantes

9 – Ademilson – 94

11 – Bruno Cantanhede – 93

25 – Lucas Pajeu – 95

26 – Léo Paoli – 95

27 – Stanly – 94

28 – Guilherme Correia – 93

29 – Paulo Marcelo – 95

30 – Ailton – 94

Vamos por posições. Nos goleiros sem supresa, Felipe Passoni tem tudo para ser o titular e Jairo seu reserva imediato, como o esperado.

Lucas Possignolo

A zaga já vem com algumas surpresas. A primeira é a ausência de Almir, que ano passado ficou de fora da Copinha por estar com  a seleção. Almir é 94 e teoricamente disputava a vaga ao lado de Marcelo. Quem ficou com a posição foi Lucas Possignolo, que fez muitos dos jogos do Paulista deste ano.

Outra ausência curiosa na posição é Gabriel Novais, que jogou muitas vezes no Paulista sub-17, apesar de ser 95, mas não tão assustadora, graças ao rodízio que o São Paulo praticou na posição no estadual.

A presença de Lucas Cavalcante, o Lucão, mostra a confiança da comissão no garoto, que está com a seleção sub-15 no Sul-Americano.

Entre os laterais, mais surpresas. Gabriel Modesto, que em 2010 foi reserva no Paulista sub-17 em que Lucas Farias e Miranda dominaram as laterais, apareceu com a 2. Vale lembrar que Modesto faz as duas laterais e também a posição de volante.

Patric é o Itaro Patric, que veio do Bahia. Na Copa 2 de Julho fez função de atacante, mas vai de lateral pra Copinha, que foi sua primeira posição no Bahia.

Entre os volantes, nenhuma surpresa. Allan e João Felipe com os números de titulares como o esperado.

Mirray comemora gol no Mundial de Clubes sub-15 de 2009

Já no meio-campo. Mirray se recuperou de lesão e recebeu a 10, como era imaginado, já que é um dos meias preferidos da comissão técnica em Cotia. Pedrinho fez um bom Paulista sub-17 e também teve boa atuação na Copa 2 de Julho e já era mais do que esperado na lista, ainda assim, a preferência da comissão ficou por Nelsinho, que também teve uma ótima temporada.

Gabriel Xavier ficou de fora da lista, mas era algo também que já tinha passado pela mente de muita gente. Pode indicar a saída do meia-atacante do clube. Muitos consideram ele baixo demais, sem porte físico.

Ai vem o exagerado número de atacantes chamados para a competição.

Ademilson em uma cena que deve ser mais comum em 2012, treinando entre os profissionais

Ademilson com a 9 também já era esperado, depois do grande ano que ele teve em 2011. Sua dupla com Bruno Catanhede também, já que eles se complementam em campo.

Stanly, artilheiro do Guarujá e contratado pelo São Paulo recentemente, deve ter ido bem nos treinos para garantir essa vaga.

Guilherme Correia passou boa parte do ano lesionado e demorou a voltar, mas quando voltou foi em grande estilo, marcando um golaço no Paulista sub-20. Paulo Marcelo foi muito bem, principalmente na Copa 2 de Julho, da qual foi artilheiro com 13 gols.

O que causa estranheza é a ausência de Patrick Cruz, que foi titular do sub-17 em 2010, chegou a jogar a Copinha e nem inscrito foi na nova edição.

Lucas, se for Lucas Pajeu, na verdade é meio-campista e é um jogador que chuta muito bem de fora da área. Foi destaque na Copa Independência Bicentenário. Já Leonardo, se for Léo Paoli, é um atacante que brilhou pelo Velo Clube, fazendo gol atrás de gol, sem parar e chegou no tricolor em setembro.

Os números podem dar indícios de qual será a equipe. Vale lembrar que a lista foi feita pelo Baresi e então o time titular que joga a Copa São Paulo vai depender de quem será o novo treinador.

 

About Gabriel Fuhrmann

Jornalista formado desde 2011, especializado em futebol de base.
This entry was posted in Uncategorized and tagged . Bookmark the permalink.

10 Responses to Divulgada a lista de inscritos do São Paulo para a Copinha

  1. joão lucas says:

    Acredito que sim, porque repetindo o feito da copinha 2011, o professor Zé Sérgio não teve participação na convocação. A convocação do Baresi foi arbitrária e a comissão aceitou. Causa espanto as surpresas das NÃO presenças de Almir, Patrick(teve uma participação importantíssima na reta final do paulista sub 20 no jogo contra o Corinthians em Guarulhos, marcando o Gol da Vitória)Xavier, Novais, e o volante guerreiro, Felipe Unaí(muito importante na marcação e para o time, um jogador de muita força e de apenas 2 toques na bola).

  2. Jonatas says:

    A escolha de Zé Sérgio para ser o técnico do time na Copinha 2012 traz grandes mudanças ao provável time titular? Ou a escolha dos jogadores foi feita em conjunto com o técnico do sub17?

  3. gabrielfuh says:

    Eu já estava sabendo disso, tenho conversado com pessoas de dentro da Traffic.

  4. Fernando Paiva says:

    Olá, Gabriel! Você leu a reportagem do site dos olheiros.net. do Desportivo Brasil?
    Submundo da bolaO terremoto chegou à base
    Dassler Marques – 29/11/2011

    Uma reunião em Porto Feliz, na sexta-feira retrasada, selou o pacto: evitar qualquer tipo de comentários sobre a crise que começa no Jardim Paulista, na sede da Traffic, e desemboca no centro de treinamento do Desportivo Brasil, o clube da empresa de marketing esportivo que trabalha a formação e negociação de atletas. Por mais que o acordo evite declarações oficiais, é nebuloso o presente e o futuro do Desportivo.
    O facão passou pesado pela Traffic e começou lá em cima, com a demissão do presidente Julio Mariz tomada de maneira pessoal por Jota Hawilla, o dono do grupo. O motivo oficial é a falta de resultados financeiros do braço esportivo da empresa, e o extraoficial não pode ser publicado. O investimento neste ramo de atividade não foi pequeno, gira em torno de R$ 500 milhões, contexto no qual também se encaixa o Desportivo Brasil e a montagem de elencos caros em categorias até sub-15.

    Profissionais que trabalhavam na empresa, casos do ex-jogador Darío Pereyra,do diretor Felipe Faro e do gerente de patrimônio João Caetano, também foram vítimas da falta de resultados financeiros. Há mais demissões guardadas a sete chaves – a coluna não conseguiu confirmar se o também ex-jogador Pita, fundamental na sustentação do projeto do Desportivo, deixou a Traffic. Até cozinheiras e faxineiras foram demitidas. Outros profissionais, cientes da situação, também pularam do barco por conta própria.

    A sensação geral, sobretudo com quem está em Porto Feliz e com quem atua no futebol de base, é que o Desportivo Brasil não tem grande futuro. No momento, profissionais da Traffic trabalham em busca de parcerias para manter sob contrato os jogadores mais promissores que atuam nas categorias de base. Fluminense e Internacional são os clubes com melhor relacionamento com a empresa.

    Campeão paulista sub-15 (geração /96), semifinalista do Paulista Sub-17 (gerações /94 e 95) e semifinalista da última Copa São Paulo (gerações /92 e /93), o Desportivo tem jogadores de talento em todas as categorias para dar e vender, esta última a possibilidade mais concreta. O investimento foi pesado na prospecção de atletas, especialmente que atuavam em times grandes, e luvas com seis dígitos chegaram a ser pagas para adolescentes de 14 ou 15 anos que têm potencial. Aguilar, ex-Cruzeiro, e Lucas Evangelista, ex-São Paulo, se enquadram nesta categoria de investimento.

    Caso o Desportivo Brasil realmente siga as previsões gerais e seja extinto, algumas lições ficarão para o futebol. Aos clubes grandes sem base de qualidade, como o Corinthians, a de que trabalho qualificado traz resultados, vide os resultados rápidos que a equipe da Traffic colheu em torneios para jovens. À própria empresa, a lição de que é necessário ter paciência e que o retorno pode demorar alguns anos a chegar. Não parece ser a perspectiva futura do Desportivo.
    http://www.olheiros.net/artigo/ler/3089/o_terremoto_chegou_a_base
    Bom, pelo menos menos uma equipe que fazia esquemas com time de fora.

  5. joão lucas says:

    É um absurdo esta convocação. O nosso amigo Baresi é quem aprontou essa porcaria prá cima do clube, e o clube ainda acredita numa “bosta” dessa, ou seja, porque eu falo que o clube ainda acredita: é porque ele ganhou um campeonato na pura sorte, ou seja em 6 minutos de jogo. Isso demonstra que ele não tem competência. Tomou um passeio do Mogi-Mirim, mas nem sempre vence os melhores, é esse o ditado.

    Quanto à lista de jogadores para a copinha, prova que ele tem algum envolvimento com empresário de jogador, e ele ainda vai para o sportv e fala que o clube não aceita empresários na base, mas ele admite “grana” para manter jogadores no clube.

    Abram o olho diretores da base São Paulina, para não vir acontecer o mesmo que aconteceu com o Bruno Petri, em relação ao caso Piazon.

    Garotos como Patrick( titular na capinha 2011, e que poderia também ser titular absoluto ao lado de Ademilson), Xavier, Gullit, Novaes e Felipe Unaí(esse muito útil no meio campo, principalmente na marcação) e até mesmo nas laterais, potencial em bolas paradas e nos chutes fora da área).

    Convocação absurda, e os diretores omitiram esse erro grave. E tem mais, não falei de todos que mereciam, mas tem muitos que não mereciam. Que trabalho é esse na base?

  6. Como disse no Fórum Arquibancada Tricolor, foram surpreendentes as ausências de Patrick Cruz, Almir Gullit e Gabriel Novaes nesta pré-lista da Copa São Paulo de Juniores 2012. A não presença de Gabriel Xavier, meia-atacante do sub-20, pode ser atribuída à problema contratual.

    É verdade que as opções de zagueiros são grandes, em decorrência do rodízio de defensores proposto pelo São Paulo no time sub-17, logo, um ou outro nome considerado como já relativamente “renomado” na base, ficaria de fora. Acabou sobrando para Gullit e Novaes. No entanto, o que causa certa estranheza é que quem a definiu a lista (Sérgio Baresi, com certeza) preferiu convocar para o período inicial de treinamentos o zagueiro Lucas Cavalcante, do sub-15, que um daqueles que compõe o elenco sub-17. Um, inclusive, já foi até convocado para integrar grupo de seleção brasileira da categoria. Talvez o intuito desta opção seja a de tornar um possível corte para algum deles, na lista final, menos traumático.

    O jovem Paulo Marcelo, que há pouco completou 16 anos, tomou a frente de Romário. Pelo jeito, como ressaltou o amigo Jonatan em seu comentário logo acima, o parceiro de Ademílson no sub-17, neste 2011, pode ter vida curta no clube. Todavia, creio que ele seja um dos “cortados”.

    Torço pelo sucesso do Mirray Leme. Fiquei fã dele pela sua simplicidade no twitter. Parece um rapaz bem determinado e que já provou algumas vezes o seu carinho e gratidão pelo São Paulo, quando assinou o primeiro contrato profissional, mesmo tendo recebido propostas melhores de outro clubes, e quando recentemente renovou-o por mais algumas temporadas. Espero que ele possa ser o comandante do meio-campo são-paulino, embora eu entenda que será, para ele, muito complicado atuar em bom ritmo em janeiro, já que recém recuperou-se de uma grave lesão nos ligamentos do joelho.

    Horas depois de ler a lista, busquei distribuir os jogadores em seus devidos posicionamentos. E também notei que não estamos bem servidos na posição de volante. Temos Allan, que não é um atleta que se caracteriza por ser um “carrapato”, e creio que as demais opções ajudam no preenchimento do espaço, mas não agregam muita força na marcação, ao meu ver. Receio por este fato. Se, além de Allan, tivéssemos Rodrigo Caio à disposição, daria mais pegada no setor de meia cancha, mas não é o caso, posto que este integra o elenco profissional, de forma definitiva.

    Mas, enfim, achei bacana a divulgação desta tão cedo. Em anos anteriores, ainda na vigência do site oficial antigo, notícias neste sentido não ocupavam o seu espaço de direito e, então, vivíamos por muito tempo apenas especulando os possíveis nomes a serem escolhidos pelo então treinador Baresi.

    Falando no técnico, mostro-me curioso em saber qual será o comandante do Tricolorzinho na Copinha. Por conhecer quase que todos os nomes (a exceção deve ser o Lucas Cavalcante), Zé Sérgio seria o mais indicado, mas ninguém pode garantir que será ele até a vinda de um anúncio da diretoria do futebol de base.

  7. gabrielfuh says:

    Chegou no São Paulo no sub-15, em 2005. Seus dados podem ser encontrado como Rafinha Gomes, pois na mesma geração tem o Rafael Tavares. É um meia destro e a última vez que jogou pelo tricolor foi no Paulista sub-20 de 2010, desde então estava emprestado ao Red Bull. Na última vez que vi, ano passado, fazia jogadas caindo sempre pelos lados.

  8. Maurício says:

    Boa Noite. Gabriel, vc que conhece tudo da base do SPFC, quem é este Rafinha que o Leão quer subir?

  9. Jonatan says:

    O Mirray não tem ritmo algum de jogo, contudo não tem reserva imediato. Acredito que seja o Matheus Reis, que consta na lista como volante mas deve (se ficar entre os 25) na meia. Outro que não tem reserva imediato é Allan. Possivelmente serão Chaba ou o Hugo Domingos.
    Surpreende o Patric com o titular na lateral. Eu achei a lista razoável. Prefiro o Jairo ao Passoni, não confio no Possignolo nem no Nelsinho. Os atacantes reservas também geram desconfiança. Léo Paoli e Stanly têm pouco tempo de clube, Aílton voltou recentemente de contusão (que teve na Taça BH), mal jogou no segundo semestre. Paulo Marcelo é ótimo mas é 95. Gui Correa e Pajeu são meias, mas acredito que num esquema com três atacantes, um dos dois possa ser titular.

    Por fim, as ausências mais sentidas foram as dos já citados Almir, Gabriel Novais, Daniel Guedes, Felipe Unaí (seria muito útil), Romário Barboza e principalmente do Gabriel Xavier e do Patrick Cruz. Esperava que o Pedro Leão tivesse uma oportunidade também.

    Por fim, a não-inscrição na Copa São Paulo deve marcar o fim do cliclo de alguns jogadores no Tricolor: Romário, Gabriel Xavier, Felipe Unaí e os /93 (Dio)Natan e Stanley (meia). Com contrato até o final de 2012, Patrick Cruz também pode sair. Talvez seja uma boa pra ele, pois tem bola pra ser titular em muito time grande.

  10. helder9 says:

    Felipe Passoni

    Gabriel Modesto
    Lucas
    Marcelo
    Patrick

    Allan
    João Felipe
    Pedrinho
    Mirray

    Bruno Catanhede
    Ademilson

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>