São Paulo faz cinco cortes na relação de jogadores da Copa São Paulo

O bom de trabalhar pra você mesmo é poder dar uma pausa e tirar umas férias quando sentir vontade. Bateu a vontade e ai eu tirei, não comentei a SC Cup, nem a Future Champions e nem o Brasileiro Sub-20, mas acompanhei.

Enfim, ainda estou de férias e dei uma pausa nela apenas para dar esta notícia.

—-

O São Paulo fez seus cortes para a Copinha 2012. Da lista de 30 jogadores que foram relacionados para a preparação do torneio, cinco ficaram de fora.

Léo Paoli, que veio do Velo-Clube para jogar o Paulista sub-17 de 2012, já que tem apenas 16 anos, saiu. O outro atacante que não vai pra Copinha é Lucas Pajeu, que também tem 16 anos.

Na zaga, para a surpresa de alguns, Felipe Barros acabou sendo cortado. O que é curioso, já que o zagueiro jogou algumas vezes pelo time sub-20 e esteve no elenco do ano anterior.

Como esperado o goleiro Michael também está fora, ele é 95, o mais jovem dos quatro goleiros relacionados e por isso seu corte era previsível.

Por último o lateral Danilo Mohammed também não vai disputar o torneio de juniores mais importante do país. Seu corte também era esperado, já que sua posição estava sendo disputada também por Gabriel Modesto e Lucas Farias, dois jogadores bem cotados pela comissão técnica e com mais tempo de clube.

A lista de 25 jogadores com a numeração ficou assim:

Goleiros

1 – Felipe Passoni /93

12 – Jairo /94

31 – Gabriel Miotti /94

Zagueiros

3 – Lucas Possignolo /94

4 – Marcelo /93

14 – Lucas Cavalcante /96

15 – Carlos Chaba /94

18 – Hugo /95

Laterais

2 – Gabriel Modesto /93

6 – Itaro Patrick /94

13 – Lucas Farias /94

17 – Arthur /94

Volantes

5 – Allan /94

7 – João Felipe /93

22 – Matheus Reis /95

23 – Hugo Rodrigues /93

Meias

8 – Nelsinho /94

10 – Mirray /94

19 – Pedro /93

Atacantes

9 – Ademilson /94

11 – Bruno Catanhede /93

27 – Stanly /94

28 – Guilherme Correia /93

29 – Paulo Marcelo /95

30 – Ailton /94

Vamos as considerações:

Fica claro que a comissão técnica acredita muito no zagueiro Lucas Cavalcante, titular e campeão sul-americano pela seleção brasileira sub-15 em 2011. Um zagueiro muito forte e que tem mostrado muita qualidade, apesar de seu temperamento ter custado uma expulsão na competição continental.

A saída de Felipe Barros é que é curiosa, já que ele fez parte do elenco da última Copinha e também jogou várias partidas pelo time sub-20. Talvez a troca de treinadores tenha sido prejudicial para ele.

No mais, pouco muda quanto a análise feita neste blog quando a lista sem os cortes foi divulgada. O time disputou alguns amistosos e se portou muito bem. O único destaque é que como falado por Émerson Leão para a rádio Jovem Pan, Ademilson e Allan vão subir e ser observados logo após a Copa São Paulo.

Se eu pudesse dar uma dica para o treinador são-paulino, falaria para manter os olhos bem abertos para o meio-campista Mirray, que parece ter voltado bem de sua contusão e tem tudo para desempenhar um papel importante, como em 2009, quando foi o grande destaque do sub-15 do São Paulo junto com Lucas Piazon.

Ele também pode pensar em outros nomes, como Lucas Farias e Pedrinho, além daqueles que ele já viu na Barra Funda, como Bruno Catanhede e João Felipe. A equipe titular do São Paulo é bem forte para essa Copinha e boa parte poderá jogar novamente em 2013.

 

About Gabriel Fuhrmann

Jornalista formado desde dezembro de 2010, Gabriel Fuhrmann tem passagens por veículos de todas as mídias: iG, Rede Globo, Jovem Pan e Diário de São Paulo. Com internet, televisão, rádio e impresso no currículo, se especializou em futebol de base, mas não seguiu a carreira nos periódicos. Hoje é comentarista das categorias amadoras no programa No Mundo da Bola Jovem Pan e mantém o blog apenas como um hobby.
This entry was posted in Copa São Paulo. Bookmark the permalink.

6 Responses to São Paulo faz cinco cortes na relação de jogadores da Copa São Paulo

  1. antonio carlos damas says:

    O que é mais curioso nisso tudo foi a convocação de Sérgio Baresi, deixando nomes importantes de fora e que estão a mais tempo no clube e que seriam peças importantíssimas para Zé Sérgio, tais como: Patrick Cruz (levou o sub 20 à final), Felipe Nascimento(Unaí) tido como uma das melhores evoluções juntamente com Ademilson em 2011. Pena que o Zé Sérgio não participou mais uma vez da convocação e que só tomou conhecimento da mesma na porta dos vestiários do CT de Cotia, quando Baresi já tinha deixado o comando e não haveria mais tempo para modificar a lista incluindo o Gullit também (passagem pela seleção) e o Gabriel Xavier.
    E a formação mais correta que o Zé Sérgio poderia ter para a Copinha e que seria uma formação muito forte defensivamente e ofensivamente(4-3-1-2), e que poderia trazer bons resultados: Felipe Passoni, Lucas Farias, Lucas Possignolo, Chaba(Marcelo) e João. Allan, Felipe Unaí, Hugo Rodrigues e Mirray(alternando os lados) ou Pedro. Ademilson e Patrick(Bruno).

  2. joão lucas says:

    Antes de tdo gostaria de lhe desejar a vc Gabriel, um Feliz Ano Novo. Sou admirador do seu trabalho, o qual faz com mta competência. Não poderia deixar de comentar as surpresas acontecidas em 2011 na base do SP, inclusive a convocação para a Copinha 2012. Segundo os comentários dentro de Cotia, atletas como Patrick Cruz, Gullit, Gabriel Xavier e Filipe Naí (este considerado pela própria comissão do juvenil, juntamente com Ademilson o melhor desempenho técnico e físico respectivamente em 2011), não poderiam ficar fora desta lista. Foram avaliados durante um trabalho feito antes da convocação e eram nomes certos dados pelo professor Zé Sérgio e sua comissão. Sinceramente não entendo o trabalho feito na base do SP, porque hoje 02 destaques no Futebol Europeu, foram dispensados pelo SP (David Luiz e Hulk(que pode se tornar o jogador mais caro do mundo numa negociação com Chelsea). Incrível neh?

  3. antonio carlos damas says:

    Há me esqueci o Patrick disputaria uma posição com o Bruno, se tivesse sido convocado também.

  4. antonio carlos damas says:

    A formação mais correta que o Zé Sérgio poderia ter para a Copinha e que seria uma formação muito forte defensivamente e ofensivamente, e que poderia trazer bons resultados: Felipe Passoni, Lucas Farias, Lucas Possignolo, Chaba e João. Allan, Felipe Unaí, Hugo Rodrigues e Mirray(alternando os lados) ou Pedro. Ademilson e Bruno.

  5. antonio carlos damas says:

    O que é mais curioso nisso tudo foi a convocação de Sérgio Baresi, deixando nomes importantes de fora e que estão a mais tempo no clube e que seriam peças importantíssimas para Zé Sérgio, tais como: Patrick Cruz (levou o sub 20 à final), Felipe Nascimento(unaí) tido como uma das melhores evoluções juntamente com Ademilson em 2011. Pena que o Zé Sérgio não participou mais uma vez da convocação e que só tomou conhecimento da mesma na porta dos vestiários do CT de Cotia, quando Baresi já tinha deixado o comando e não haveria mais tempo para modificar a lista incluindo o Gullit também (passagem pela seleção) e o Gabriel Xavier.

  6. Os cortes do goleiro Michael Fracaro, o lateral direito Danilo Mohamad e o atacante Leonardo Paóli não me assustaram, embora o único que fosse possível cravar seria o do jovem goleiro.

    Por outro lado, não esperava pela exclusão do zagueiro Felipe Barros, mas sim a de Lucas Cavalcante, de tão somente 15 anos de idade, mesmo jogando um futebol condizente com a qualidade de uma categoria acima da sua.

    Também não apostava muitas fichas no corte de Lucas Pajeu, pois tinha a impressão de que ele não era propriamente um atacante, podendo também fazer uma função de meio-campista ofensivo, o que rechearia mais essa posição que, na minha opinião, apresenta menos opções que o recomendável. Porém, pelo jeito, estava enganado. Vêem-no como atacante mesmo, o que o fez brigar por vaga com outros sete garotos, terminando por sucumbir à grande concorrência.

    Além da inclusão de Cavalcante na lista final, surpreendeu-me positivamente o voto de confiança dado a Paulo Marcelo, atacante que completou 16 anos há poucos meses. Ele, que foi artilheiro da Copa 2 de Julho sub-17 na Bahia, recebeu mais esta oportunidade, que é a de disputar o maior torneio da categoria juniores do país. Já tive o prazer de trocar algumas mensagens com ele, via twitter, e admirei sua aparente simplicidade, assim, fico feliz com o fato.
    Porém, analisando apenas pelo lado técnico, se não me engano, Paulo teve poucas chances no passado Campeonato Paulista sub-17 e viu Rafael Rogério ser mais requisitado que ele, por Zé Sérgio, para entrar durante os jogos. Vemos aí, portanto, uma certa incoerência, mas se há alguma “culpa” neste sentido, creio que deve ser atribuída a Baresi, que foi quem formulou a pré-lista. Se nela teve participação direta do atual treinador na montagem do elenco, não sei dizer. Todavia, este não seria o único exemplo de “incoerência”, logo não deveria causar grande susto em ninguém a sua confirmação entre os 25, mas sim ser tratada como uma boa surpresa, conforme disse acima.

    Gabriel Fuhrmann, entendo que você esteve afastado do trabalho durante o gozo de suas férias, mas mesmo assim atrevo-me a perguntar: você tem ideia de qual seria o time titular? Minhas dúvidas são sobre quem será o lateral direito (Gabriel Modesto ou Lucas Farias); o meia (Nelson, Hugo Rodrigues ou mesmo, jogando avançado, Farias) que fará dupla com Mirray; além do atacante (Guilherme ou Bruno Cantanhede) que terá Ademílson como parceiro. Apesar de que, baseando-se na numeração de 1 a 11, que supostamente contemplaria os onze titulares, tem-se que estas “lacunas” seriam preenchidas por Modesto, Nelson e Bruno.

    Creio que a estrutura será mais ou menos esta:
    Felipe Passoni;
    Lateral direito, Lucas Possignolo, Marcelo e Ítaro Patric;
    Allan, João Felipe, Meia e Mirray;
    Atacante e Ademílson.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>