Cotia: Fábrica de craques dos rivais…

Cotia recebe o nome de Fábrica de Craques do tricolor, mas será que essa fábrica funciona só para o São Paulo mesmo?

A Copa São Paulo vem para mostrar que não é bem assim e que em Cotia também são formados muitos craques que acabam indo para os maiores rivais.

Os outros dois grandes times da capital tem que agradecer ao menos um pouco o ambiente de CT Laudo Natel, pois foi lá que apareceram tanto o camisa 10 do Corinthians, como o camisa 10 do Palmeiras na Copa São Paulo de 2012.

Diego de Souza Xavier ou apenas Diego, é o camisa 10 do time do Palmeiras nessa Copa São Paulo. Veloz e de muita qualidade, no São Paulo jogava como atacante e teve bastante sucesso, mas foi dispensado por indisciplina. Pra jogar no Palmeiras chegou a ter uma oferta de 500 mil reais em luvas.

No Paulista sub-15 de 2008 Diego foi artilheiro com 23 gols e ainda garantiu o título para o São Paulo.

Matheus em 2007, com a camisa do São Paulo

Quem estava no mesmo elenco que Diego, era Matheus Bossa, o Matheusinho, que hoje veste a camisa 10 do Corinthians na Copinha.

O meia-esquerda não teve tanto sucesso quanto o companheiro alvi-verde no São Paulo, mas ainda assim participou da conquista da Taça Londrina, hoje Copa Brasil e do Paulista sub-15.

Matheus chegou no São Paulo no final de 2006 e permaneceu no tricolor até o começo de 2009. Seu maior destaque acabou sendo na Copa Brasil, quando foi titular. Foi nessa edição do torneio que o tricolor “descobriu” Lucas Piazon, hoje no Chelsea, quando o São Paulo venceu a final contra o Atlético-PR, onde Piazon jogava na época.

Matheusinho era considerado baixo demais e sem corpo para ser jogador do São Paulo. Zé Sergio recebeu ordens para não escalar o atleta, que acabou deixando o clube.

Esses são apenas dois camisas 10, existem muitos outros ex-são-paulinos nos rivais. No Santos por exemplo é festa de ex-tricolores: o meio-campista Bruno Lamas e o zagueiro/lateral Caique eram titulares do time campeão mundial sub-15 2009. O lateral Paulo Henrique estava no mesmo grupo de Matheus e Diego e foi destaque, marcou 11 gols no Paulista sub-17 de 2008.

Enfim, o torcedor tricolor tem muitos são-paulinos pra ver e não só nos jogos do São Paulo.

About Gabriel Fuhrmann

Jornalista formado desde 2011, especializado em futebol de base.
This entry was posted in Copa São Paulo. Bookmark the permalink.

9 Responses to Cotia: Fábrica de craques dos rivais…

  1. Roberto Ramos says:

    O que aconteceu com o Matheusinho foi um grande erro que tem acontecido nas categorias de base de todo o Brasil… os jogadores estão sendo selecionados mais pela parte fisica do que pela parte técnica… Selecionar o garoto pela parte fisica é pra quem busca retorno imediato!! As categorias de base serve pra desenvolver o atleta, por isso, se um atleta é bom, mas não tem porte fisico adequado, cabe ao clube desenvolve-lo e pra isso o São Paulo F.C tem a melhor estrutura do mundo!!! O que tem que mudar então são as pessoas que coordenam a base do tricolor, esses caras não tão fazendo uso correto de toda a estruturas disponivel para eles trabalharem. Tão formando um monte de moleque mascarado que corre muito e pensa pouco!!

  2. antonio carlos damas says:

    Espero que faça mesmo uma grande matéria. Porque a saída do Sérgio Baresi deixando uma lista de jogadores(fajuta) para copinha 2012, tem tudo haver com envolvimento dele também, com empresários que voltaram a atacar a base são paulina com jogo de interesses. Isso ainda vai render muito comentários. JJ está disposto a desvendar tudo. Pode pintar um “limpa” nas comissões e direção da base são paulina, principalmente agora, depois do “fiasco”.

  3. antonio carlos damas says:

    E atenção! Estão perdendo mais atletas de base para os rivais. Volto depois que iniciar a temporada nas bases, prá te falar e te provar. Um abraço!

  4. antonio carlos damas says:

    Gabriel não se iluda não. O SPFC tem uma baita estrutura, mas não tem comando, não tem profissionais comprometidos com a bandeira tricolor. Lá o Dirigente da Base é Corinthiano doente, o Coordenador Técnico nunca jogou futebol. Tudo sem critério. Diz que não aceitam empresário(isso é só fachada). Coitado do Atleta que não tem empresário e que joga lá. Falaram que só trabalham na formação de atletas, que não estão preocupados com título, e que depois da copinha diziam que era o único torneio que disputavam e que se quisessem ganhar teriam inscritos jogadores mais experientes(balela). Porque agora o JJ e Leão pegou pesado com a base? Estão irritados com o que viram. Só bobo para não saber que tem jogo de interesses lá dentro. O fiasco rendeu comentários hein! Só prá encerrar, prá se ganhar títulos no profissional, já tem que vir com esta mentalidade da base. Não existe esse negócio de só pensar em formação, mas sim tem que pensar em títulos desde já, e tem que haver mais cobrança e menos luxo, antigamente não era assim e todos suavam a camisa.

  5. Pingback: Torcida Tricolor Independente

  6. gabrielfuh says:

    Vou fazer uma grande matéria sobre chegadas e saídas dos clubes em breve. Abraços

  7. gabrielfuh says:

    Essa história é confusa, mas não foi o motivo da saída deles. Matheusinho foi dispensado por questões políticas e Diego por uma questão disciplinar. Matheusinho deixou o São Paulo no começo e Diego no final de 2009…

    Até onde sei o Bruno Petri não tem nada a ver com o Bertolucci, quem fazia esse meio-campo era o Paulinho (Má Idéia), que agora está no Nacional e continua trabalhando com o empresário. Petri está treinando o sub-15 do Fluminense agora.

  8. Maurício says:

    Não foi nesta época (que eles sairam) que a turma de empresários comandada pelo Bertolucci atacou a base sãopaulina, inclusive o filho do Roberto Petri?

  9. Gabriel de Souza says:

    Primeiramente, quero parabeniza-lo, pelo ótimo trabalho que vc tem feito, principalmente com relação ao Desportivo Brasil.
    Venho lhe pedir, para que apure sobre a ida do meia Kevin para o DB, ele é um dos melhores 97 do Brasil certamente brilhará no Paulista sub-15 deste ano, ele foi “campeão mundial” e paulista sub-13 de 2010 pelo Santos. Junto com ele, alguns outros também foram contratados.
    Abraço

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>