ABSURDO: Jogador de apenas 14 anos morre em treino do Vasco

Nesta quinta-feira, após uma convulsão, um garoto de apenas 14 anos faleceu durante um treino do Vasco da Gama, no CT de Itaguaí. Segundo informações, o jovem era de Minas Gerais e fazia testes no time carioca.

Segundo o Uol, o nome do jogador é Wendel Junior Venâncio da Silva e seus pais já foram fazer o reconhecimento do corpo no Instituto Médico Legal de Campo Grande-RJ.

Informações dão conta de que o atleta não havia jantado na noite anterior e que o treino da tarde foi cancelado não só por causa da tragédia, mas porque também não havia almoço para os garotos. No local não havia ambulância, equipamentos para socorro imediato ou mesmo um médico.

Um funcionário do Vasco disse ao Terra que os garotos tomam café em São Januário e depois vão para Itaguaí e caso o treino seja em período integral, almoçam na região, que fica cerca de 70km da capital. No entanto Wendel fazia testes na equipe e por não ter vínculo, não tinha direito a tais refeições. Havia treino em dois períodos nesta quinta-feira.

Além do mais, alguns jogadores do sub-15 do Vasco confirmaram que não havia previsão de almoço em Itaguaí e que sim, esse foi um dos motivos que levaram o treino da tarde a ser cancelado.

Os médicos do Vasco aguardam o resultado da necrópsia do jogador, que pode atestar a real causa de sua morte.

Esse é o tipo de fatalidade que exemplifica bem o que a CBF quer eliminar de uma vez por todas do futebol brasileiro. É o exemplo trágico do que prezamos para que não exista mais depois que o CCF (Certificado de Clube Formador) entrar em vigor.

Para ter o documento de clube formador, é necessário cumprir uma série de exigências. Dentre elas estão inclusos departamento e equipe médica, alimentação, assistência psicológica e educação, tudo para as categorias de base. Confira o documento oficial aqui.

Se já estivesse em vigor, o CT de Itaguai não seria próprio para as categorias de base do Vasco treinarem, já que não possui o departamento médico e tampouco fornece a alimentação correta para seus atletas.

Tentei contactar Pedro Luiz Vicençote, o ex-lateral Pedrinho, que jogou no Palmeiras e até fez parte da seleção em 1982, proprietário do centro onde ocorreu a fatalidade. Não consegui encontra-lo.

Já na sua empresa, fui informado por uma secretária que a Vicençote LTDA não tem mais qualquer responsabilidade sobre o CT de Itaguaí.

No começo do ano o Vasco mudou seu acordo para utilizar o espaço. Até o ano passado a equipe cedia 10% de alguns atletas para Pedrinho, que hoje é agente FIFA e empresário de jogadores. Agora, o Vasco paga aluguel pelo local e segundo a Vicençote, tem total responsabilidade por tudo que acontece no CT.

Os assessores de imprensa do Clube de Regatas Vasco da Gama não atenderam aos meus telefonemas.

About Gabriel Fuhrmann

Jornalista formado desde 2011, especializado em futebol de base. Repórter da São Paulo FC Digital
This entry was posted in Uncategorized. Bookmark the permalink.

One Response to ABSURDO: Jogador de apenas 14 anos morre em treino do Vasco

  1. helder9 says:

    Que coisa hein?!

    Fato lamentável, imagino como deve estar a família do rapaz…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>