Vídeo e entrevistas podem ser prova para denúncia de “gato” na Seleção Peruana sub-20

Vídeo do youtube e testemunho de jornalistas são as principais evidências do caso Max Barrios, acusado de adulterar sua documentação para jogar o Sul-Americano sub-20

Max Barrios ou Juan Carlos Episona? 17 ou 25 anos? Peruano ou equatoriano? São muitas questões que cercam a denúncia da Federação Equatoriana de Futebol sobre o zagueiro peruano Max Barrios.

Tudo pode ser respondido por um vídeo e o testemunho de pessoa próximas. O vídeo, editado no youtube, mostra entrevistas de Max Barrios, pela Seleção Peruana e de Juan Carlos Espinosa, jogando no Equador muitos anos atrás.

Além disso, alguns jornalistas resolveram falar sobre o caso. Elkin Sotelo, repórter do El Comercio, disse que o zagueiro não soube lhe responder a data de seu nascimento durante uma entrevista.

“Quando perguntei sobre o dia em que nasceu ele ficou em dúvida e com segundos de demora respondeu 25 de maio de 1995″, comentou Sotelo. “Pouco depois, veio até mim e disse para não colocar dado nenhum, pois ele não lembrava o dia em que nasceu”.

A data de nascimento que consta em sua documentação atual é 15 de setembro de 1995. Um tanto suspeito. Além dessa entrevista, quando o pai do jogador, Ángel Barrios saiu em defesa do próprio em uma rádio local, não soube responder em que cidade o filho nasceu. Ele disse ter problemas na ligação e desligou.

Confira o vídeo do youtube, a prova de que Max Barrios e Juan Carlos Espinosa são a mesma pessoa:


About Gabriel Fuhrmann

Jornalista formado desde 2011, especializado em futebol de base. Repórter da São Paulo FC Digital
This entry was posted in Sul-Americano sub-20, Uncategorized and tagged , , . Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>