Conheça Matheus Vidotto Caldeira, o goleiro sub-20 convocado por Felipão

Conheça a história de Matheus Vidotto Caldeira, que superou até uma doença grave na adolescência e conseguiu sua primeira convocação para a Seleção Brasileira

Como bem observado no site Eu Vivo Esporte, o jovem corintiano convocado pela Seleção Brasileira, tem realmente um histórico de superação.

Com apenas 20 anos de idade, o jovem Matheus Vidotto Caldeira, mais conhecido na base apenas como Matheus Caldeira, comemora sua primeira convocação para a Seleção Brasileira.

É uma surpresa para muitos e também para o jovem, mas ele já se acostumou a receber boas novas inesperadas.

Aos 13 anos, quando já estava no Corinthians, Matheus descobriu que tinha Síndrome de Wolff Parkinson. Trata-se uma doença rara de coração , que atinge apenas quatro em cada 100 mil pessoas.

A síndrome não permite o bombeamento correto de sangue pelo coração e pode até provocar a morte súbita do atleta durante uma atividade física, por exemplo.

Foram dez meses de tratamento e três cirurgias, com cerca cinco a oito horas cada. Segundo os cirurgiões, nenhuma delas foi bem-sucedida, pois o caso de Matheus era muito raro.

No entanto, quando o próprio já não tinha mais muitas esperanças,  em um exame feito posteriormente, o médico constatou que o jovem goleiro estava curado. A boa notícia veio tardiamente, mas a tempo.

O resto é a história. Matheus dominou a camisa 1 do Corinthians na categoria /93 e conseguiu a consagração na Copa São Paulo de 2012.

Para quem não lembra, o jovem arqueiro já tinha sido um personagem bastante comentado no começo de 2012. Na entrega dos prêmios da Copa São Paulo daquele ano, vencida pelo Corinthians sobre o Fluminense, foi Matheus quem teve sua medalha “roubada” pelo atual presidente da Confederação Brasileira de Futebol, José Maria Marin.

Mas não só por isso ele foi um dos principais personagens daquela competição. Matheus Caldeira sofreu apenas um gol durante todo o torneio. Tudo bem, foi na grande final e ele realmente falhou ao na saída da meta, mas ainda assim só um gol.

Foi essa campanha que fez Matheus se credenciar a um posto na Seleção sub-20 e disputar o Sul-Americano da categoria. Ele foi reserva dividiu a posição com o goleiro Gustavo.

Com quase 1,90m de altura, sua elasticidade, tamanho e velocidade tornaram-se diferenciais, mas a saída do gol ainda não é segura como a de um goleiro pronto.

Veja um vídeo com alguns lances do jovem guarda-redes na Copa São Paulo de 2012:

 

 


About Gabriel Fuhrmann

Jornalista formado desde 2011, especializado em futebol de base. Repórter da São Paulo FC Digital
This entry was posted in Promessas do futebol, Seleções brasileiras, Sul-Americano sub-20 and tagged , , , , , . Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>