Tetracampeão, Galo bate Sporting nos pênaltis e fica em terceiro na Future Champions

Depois de vencer a Future Champions por quatro vezes consecutivas, o Atlético-MG mandou força total para disputar o campeonato, mas caiu nas semifinais

Com duas edições todos os anos, uma na África e outra em Belo Horizonte, a Future Champions virou obsessão para o Atlético-MG, que mandou uma equipe alternativa para a Copa Rio, na busca por manter a soberania na Future Champions.

Com isso, na Copa Rio, torneio transmitido pelo Sportv, que acabou preterido pelos mineiros, o time passou vexame e levou uma goleada histórica do Vitória da Bahia, por 7 a 1.

Já na Future Champions os brasileiros começaram bem, com dois gols de Guilherme contra o Bridge FC, da Nigéria e a vitória por 2 a 1. Depois, empataram em 0 a 0 com Supersport United e mais uma vitória, dessa vez por 2 a 0, contra a Universidade de Pretória. Dois gols de Udson.

Na semifinal o Atlético encarou o Everton, que venceu por 1 a 0, em um belo gol de Calum Dyson. Além dele, o goleiro Matthew Hewllet foi um dos grandes responsáveis pela vitória inglesa, evitando ao menos cinco oportunidades claras de gol dos brasileiros.

Na disputa pelo terceiro lugar, o Atlético pegou o Sporting e depois do empate em 1 a 1 no tempo normal (gol de Otávio), os atleticanos venceram nos pênaltis por 4 a 2.

Também nos pênaltis, o Tijuana, do México, venceu o Everton e ficou com o título da edição 2013 da competição.

About Gabriel Fuhrmann

Jornalista formado desde 2011, especializado em futebol de base. Repórter da São Paulo FC Digital
This entry was posted in Future Champions, Uncategorized and tagged , , , , . Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>