Ex-Seleção, goleiro sub-20 troca Santos por Bahia

Guido Andrade, jovem promessa que foi unanimidade na Seleção sub-15, deixou o time da Vila Belmiro nessa semana e já deve integrar a equipe sub-20 do Bahia


O goleiro Guido Andrade, considerado um dos melhores do país na categoria sub-20, não é mais jogador do Santos. O atleta rescindiu com o alvinegro e passará a defender o Esporte Clube Bahia.

Natural de Salvador, o jovem decidiu voltar à sua terra natal, mas curiosamente, não para clube no qual deu seus primeiros passos. Embora agora defenda as cores do Bahia, Guido foi revelado no Vitória, antes de ingressar no Santos.

O contrato de Guido se encerraria na metade desse ano, mas a pedido do atleta, assim como fez com Bruno Lamas, a diretoria santista concordou em antecipar o encerramento do vínculo.

Tudo indica que a mudança de ares de Guido se deu pela falta de oportunidades no time paulista.

“Eu não via no Santos a chance de crescimentos e resolvi apostar no meu potencial”, comentou Guido. “Quero transformar esse potencial em muito trabalho e provar para quem acreditou em mim que não estavam enganados”.

Se no Santos Guido tinha a séria concorrência de Gabriel Gasparotto, titular na conquista da Copa São Paulo 2013, no Bahia a disputa chega a ser até mais pesada. Além do recém-chegado, ainda estão Douglas Pires (/91), ex-cruzeiro e goleiro do Brasil no último Pan-Americano e Renan (/93), goleiro menos vazado da Copa São Paulo.

O jovem goleiro foi unanimidade na Seleção sub-15, mas o mesmo não aconteceu na transição para o sub-17. Em vez de contar com Guido e Jairo, o segundo goleiro do São Paulo, que já estavam acostumados com a amarelinha, o técnico Émerson Ávila resolveu apostar em Charles e Uilson, do Cruzeiro e do Atlético-MG.

O treinador não se deu muito bem na sua aposta. No Sul-Americano, mesmo com o quarto título consecutivo, os dois foram muito contestados. Isso, no entanto, não tirou a vaga de ambos no Mundial. Ávila até tentou Matheus e Jaccson (Atlético-PR e Inter), mas acabou desconvocando Matheus para chamar novamente Uilson, para a reserva de Charles, que já estava no elenco.

Sobre a relutância em chamar Guido, o treinador confessou que apenas não o chamou pois havia sido informado que o atleta sofria de um problema respiratório. O goleiro disse que tal problema era passado e que havia comprovado não sofrer nada disso ao disputar um torneio no México, com o Santos.

Pelo time santista, além de fazer parte do elenco da última Copa São Paulo, foi eleito o melhor goleiro da Copa 2 de julho, em 2010, melhor goleiro da Copa da Amizade, no México, em 2011 e também fez parte das conquistas dos títulos paulistas sub-17 e sub-20.

About Gabriel Fuhrmann

Jornalista formado desde 2011, especializado em futebol de base. Repórter da São Paulo FC Digital
This entry was posted in Promessas do futebol and tagged , , , . Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>