Sorte de campeão: o principal fator psicológico!

O futebol é apaixonante por vários motivos e um dos que mais gosto é como o panorama de um duelo pode mudar de uma hora pra outra.

O Atlético parecia estar com a famosa sorte de campeão e isso não vem de agora. Na semifinal, o gol de Guilherme, que havia acabado de entrar, mostrou isso. Poderia ser qualquer um dos outros jogadores, mas foi o garoto que acabou de entrar no jogo.

Isso lembra algo? Em 2012 poderia ser qualquer um a fazer um gol no Boca, inclusive alguém mais experiente, como Sheik, Danilo, mas quem apareceu pra marcar? O até então desconhecido Romarinho. Detalhe: foi o primeiro toque na bola que ele deu em uma Libertadores!

Ontem essa sorte tava com o Galo. Isso ficou evidente quando Leonardo Silva salvou um gol quase em cima da linha e no rebote o atacante do Olímpia perdeu um gol sem goleiro dentro da pequena área. Isso não é sorte de campeão? A derrota por 1 a 0 era bom resultado fora de casa.

Só que a sorte mudou de lado. Mudou no último lance, quando Alecsandro e Victor se atrapalharam e o Olímpia marcou de falta.

Eu acho muito apaixonante, que até os 49 todos tinham certeza que o Galo seria campeão e agora a história mudou.

Mas porque quando algo assim acontece normalmente o time ganha?

Já pensaram no fator motivacional que esses lances têm? Imagina como ficou a cabeça do atacante do Olímpia após perder um gol como aquele, que seria tão importante. Pode ter destruído ele mentalmente e consequentemente seus companheiros. Ao mesmo tempo, deve ter motivado os atleticanos, que ficaram com aquela coisa de que escaparam daquela.

O efeito foi inverso no fim do jogo. O gol de falta motivou os paraguaios e desmotivou os brasileiros.

A verdade é a seguinte: time bem preparado psicológicamente não precisa de sorte de campeão!

About Gabriel Fuhrmann

Jornalista formado desde 2011, especializado em futebol de base. Repórter da São Paulo FC Digital
This entry was posted in Promessas do futebol. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>