Vasco pode perder mais um da geração campeã

Depois de Danilo, Mosquito e Foguete, que já não pertencem mais ao clube, Vasco pode perder o último remanescente da geração campeã do Sul-Americano sub-15

O Vasco parece que não consegue aprender a lição. Depois de vender o meia Danilo ao Braga, para pagar dividas e salários, e perder Mosquito e Foguete, o clube cruz-maltino pode ficar sem mais uma joia do time sub-17 por não cumprir contratos: Matheus Índio acionou o Vasco na justiça alegando atraso de salários, FGTS e de um prêmio (luvas) acertado no começo de 2012, quando o jovem assinou seu primeiro contrato profissional.

O Vasco apresentou contra-cheques para mostrar que o tempo de atraso de salários e FGTS é insuficiente para a rescisão do vínculo entre atleta e clube, inferior a três meses e tenta renegociar a divida com representantes do jogador. O atraso só é menor do que os três meses, porque a jovem promessa esteve por muito tempo em uma lista de jogadores que o Vasco não atrasaria salários.

No Vasco diretores dizem que ansiedade do atleta para subir ao profissional motivou a situação, mas que tudo já foi conversado e que o caso está sendo resolvido.

Índio, que joga no sub-17 do Vasco e é camisa 10 da Seleção Brasileira desde o sub-15, é parte de uma geração desperdiçada pelo time de São Januário. Em 2011, quando o Brasil ganhou com sobras o Sul-Americano sub-15, o Vasco tinha cinco jogadores titulares da Seleção: Danilo, Baiano, Foguete, Índio e o artilheiro isolado da competição, Thiago Mosquito.

Apenas dois anos depois, o clube cruz-maltino pode ficar sem nenhum atleta dessa geração de ouro. Danilo foi vendido ao Braga para sanar dividas e salários. Baiano revelou que era “gato”, havia adulterado os documentos em cinco anos e foi movido a sua categoria correspondente, Foguete acionou o clube na justiça e foi para o São Paulo, mesma situação de Mosquito, que acabou indo para o Atlético-PR e agora Índio pode seguir caminho semelhante ao dos companheiros.

O mais impressionante disso tudo, é que o Vasco vendeu jogadores, como Dedé, cedeu atletas a preços abaixo do mercado para grupos de empresários, com a única justificativa de deixar as contas em dia e isso, pelo jeito, não aconteceu. Uma pena.

About Gabriel Fuhrmann

Jornalista formado desde 2011, especializado em futebol de base. Repórter da São Paulo FC Digital
This entry was posted in Promessas do futebol. Bookmark the permalink.

5 Responses to Vasco pode perder mais um da geração campeã

  1. Gabriel Fuhrmann says:

    Não tenho nada contra os apelidos. No caso Mosquito, após sofrer boicote também, o Atlético-PR pagou 750 mil reais pelo jogador.

  2. Régis says:

    Caro Gabriel, me tire uma dúvida, você falou que o Mosquito foi para o Atlético-PR. O Mosquito também não esteve para vir ao São Paulo e não veio por causa do René Simões?
    Agora, o Mosquito não pode vir para o São Paulo, mas pode ir para o Atlético. E o Atlético, junto com o Vasco, foi um dos signatários daquele boicote. Qual diferença dele sair do Vasco para ir para o São Paulo ou para o Atlético? Por que o Atlético não é considerado aliciador? Eles pagaram pelo Mosquito?
    Por fim, será que ninguém no Vasco percebe que dar nome de guerra (ou de bandidos de facções, como queiram) aos jogadores, não deprecia mais ainda o que já depreciado por eles mesmos? É um tal de Mosquito, Foguete e agora esse Matheus Índio…

  3. Gabriel Fuhrmann says:

    Acho o Boschillia mais 11 do que 10. O índio perdeu a 10 mesmo haha

  4. Platão says:

    numeração oficial pra o mundial é essa:
    1 – Marcos

    2 – Auro

    3 – Lucas (c)

    4 – Eduardo

    5 – Danilo

    6 – Abner

    7 – Caio

    8 – Gustavo

    9 – Mosquito

    10 – Nathan

    11 – Boschilia

  5. Platão says:

    Esse alexandre gallo deve ser maluco,deu a 10 pra o novato nathan,enquanto o considerado melhor meia,boschilia ficou com a camisa 11.Mas eu torço pra os dois,espero que eles joguem muito no mundial e tragam o título pra o brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>