De saída do Fluminense, Bruno Vieira assina com o São Paulo nesta terça

Lateral que se destacou anos atrás no Figueirense, trocou o tricolor carioca pelo paulista. Transação já está confirmada e será anunciada nesta terça-feira, dia 16

Depois de anunciar a chegada do lateral-esquerdo Carlinhos, o São Paulo vai oficializar nesta terça-feira, 16 de dezembro, o segundo reforço para a temporada 2015. Também vindo do Fluminense, também lateral, mas dessa vez direito, Bruno Vieira assina com o tricolor paulista e já será anunciado no mesmo dia pela diretoria.

Aos 29 anos, Bruno chega para suprir uma posição que está as traças no São Paulo desde a saída de Ilsinho para o Shaktar Donetsk, em 2007. Nos últimos oito anos passaram pela lateral direita tricolor Reasco, Maurinho, Joilson, Jancarlos, Éder, Edson Ratinho, Adrián Gonzáles, Saavedra, Piris, além dos improvisados Jean, Zé Luiz e eu devo ter esquecido alguns, mas nenhum deles conseguiu suprir a necessidade do time.

Na última temporada o São Paulo contou com Auro, recém-promovido da base, Luís Ricardo, Douglas, além dos improvisos com Hudson e Paulo Miranda. O curioso é que os dados de Bruno não diferem muito dos apresentados pelos seus concorrentes. Douglas, é verdade, já foi vendido ao Barcelona (milagres acontecem!) e os outros dois são improvisos, mas Auro ainda briga pela vaga.

Em questão de números, Bruno é um lateral mais incisivo e mais driblador que seus concorrentes. Em média ele dá 2,3 dribles certos por jogo, contra apenas 1 de Douglas, 0,6 de Auro e 0,5 de Hudson. Essa ofensividade tem até certa reflexão nas chances criadas e cruzamentos certos do lateral, que nesses critérios só fica atrás de Douglas ou seja, tem melhor rendimento do que as atuais opções do São Paulo.

Em média Bruno dá 0,9 passes-chave por jogo, Douglas chegava em impressionantes 1,2, Auro em 0,6 e Hudson apenas 0,3 por partida disputada. Já em cruzamentos, Bruno tem 1, contra 1,2 de Douglas e 0,5 tanto de Hudson quando de Auro.

O problema aqui é a questão defensiva e a qualidade do toque de bola. Bruno é o pior em porcentagem de acerto dos passes, com 79% dos passes certos. Douglas tinha 82%, Hudson 83,4% e Auro 80,9%.

Nos roubos de bola o ex-Flu só supera Auro e fica muito abaixo das médias de Hudson e Douglas. Ao todo ele tem 1,8 desarmes por jogo, contra 1,6 de Auro, mas Douglas e Hudson apresentam números muito acima com 3,8 do atual lateral do Barcelona e 3,1 do volante improvisado.

No Fluminense Bruno recebia cerca de 250 mil reais por mês e ainda tinha mais um ano de contrato, no entanto não há informações sobre valores pagos do São Paulo ao clube carioca e nem de salário ou tempo de contrato do lateral. O que se sabe é que Bruno é 80% Unimed e apenas 20% Fluminense ou seja.

A contratação recebeu o aval (e a pedida) de Muricy Ramalho, que não chegou a treinar Bruno no Fluminense, já que pediu demissão no começo 2011 e o lateral chegou ao clube em dezembro daquele ano. No entanto, foi com Carlinhos e Bruno que o Flu foi campeão Brasileiro em 2012.

*Colaborou com a matéria @Vinicius Incrocci do @SPFCpedia
**Números relativos aos últimos dois anos dos jogadores

About Gabriel Fuhrmann

Jornalista formado desde 2011, especializado em futebol de base. Repórter da São Paulo FC Digital
This entry was posted in Promessas do futebol. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>