Seleção da Copa São Paulo 2015

Neste domingo o Corinthians bateu o Botafogo por 1 a 0 e se sagrou mais uma vez campeão da Copa São Paulo de Futebol Junior. Com o fim do torneio, chegou a hora de eleger os 11 ideais e seus reservas da competição.

1 – Talles – Goleiro – Botafogo-SP

Apesar da falha crucial na final, que garantiu o título corintiano, Talles, de apenas 17 anos, foi o principal destaque da posição na Copinha.

Talles nem era para ser titular nessa Copinha, mas herdou a vaga de Otávio, que sofreu uma grave lesão antes do torneio. E como que por acaso virou uma muralha no gol botafoguense. Pegador de pênaltis contra o xará carioca, um verdadeiro monstro contra Grêmio e Palmeiras, foi o principal responsável do vice-campeonato do Botafogo-SP… infelizmente, o principal responsável também por ter falhado na final.

No entanto, por tudo que fez e pela idade, está perdoado. Mostrou grande potencial nas defesas e uma habilidade incomum para a posição com a bola os pés. É o típico goleiro da nova geração.

2 – Raul – Lateral-Direito – Grêmio

Apenas 17 anos e uma carreira promissora pela frente.  No Grêmio desde os 12 anos, ele já chegou aos profissionais e com cruzamentos perfeitos encanta todos os treinadores com quem trabalhou. O capitão do sub-17 gremista mostrou que continua com o senso de liderança em alta, uma ofensividade ímpar e melhorou muito sua marcação. Não deve demorar para vermos Raul jogar com os profissionais.

3 – Rodrigo Sam – Zagueiro – Corinthians

Com experiência no futebol profissional, Rodrigo Sam, de 19 anos de idade, foi contratado do Marília para ser solução imediata da zaga do Corinthians sub-20 e fez exatamente isso. Com bastante velocidade, o jovem tem um futebol simples e seguro, suas atuações na Copinha foram praticamente impecáveis.

4 – Caio Ruan – Zagueiro – Botafogo-SP

Principal responsável pela estabilidade da zaga botafoguense na competição, junto com o goleiro Talles, Caio, de 19 anos, mostrou que é um zagueiro de alto potencial, com uma noção tática acima do comum para a categoria.

6 – Guilherme Arana – Lateral Esquerdo – Corinthians

Arana tem apenas 17 anos, mas mesmo assim é um dos mais experientes do grupo corintiano na Copinha. Já havia participado da outra edição do torneio e também já esteve entre os profissionais do Timão. Bem na subida ao ataque e bem na defesa, definitivamente merece chances para se firmar no time de cima.

5 – Gustavo Hebling – Volante – São Paulo

Mesmo antes de começar a Copa São Paulo todos já sabiam que estava em Gustavo Hebling, conhecido como Pira, uma das maiores qualidades técnicas do torneio. O jovem são-paulino, nascido em 1996, sempre foi o principal destaque do meio-campo tricolor na categoria e mostrou isso mais uma vez no torneio.

7 – Marciel – Volante – Corinthians*

Dispensado pelo Grêmio há alguns anos, o volante Marciel mostrou toda a habilidade e classe que cativou o ex-volante da Seleção Brasileira Émerson. Com a experiência de ter ficado por um ano e meio na Roma, o jovem de 19 anos mostrou muito talento e potencial. Emprestado ao Timão, deve ser contratado em definitivo e recebe o prêmio de melhor jogador do torneio na eleição deste blog.

8 – Alex – Meio-Campista – Botafogo-SP

Com apenas 18 anos, Alex mostrou ser um meio-campista clássico, daqueles que são pouco valorizados no futebol atual, principalmente na base, onde jogadores fortes e rápidos sempre têm a preferência dos treinadores. Com um futebol elegante, alto e sempre de cabeça erguida, Alex lembra muito um outro meio-campista que também levou o Botafogo até a final da Copa São Paulo.

10 – Matheus Cassini – Meio-Campista – Corinthians

O meia Matheus Cassini já chegou bastante badalado para a Copa São Paulo e correspondeu as expectativas, mostrando que tem mais talento em sua perna esquerda do que muitos meias profissionais tem nas duas juntas. Muito incisivo, foi o principal criador de jogadas do time do Parque São Jorge. Sob os olhares de muitos clubes europeus, o futuro de Cassini parece brilhante.

11 – Gabriel Jesus – Atacante – Palmeiras

Desde antes da Copinha começar, Gabriel Jesus, nascido em 1997, já era a principal esperança alviverde na competição. Dono do recorde de gols do Paulista sub-17, Gabriel Fernando, como era chamado anteriormente, brilhou na Copa São Paulo. Não deu para o jovem dar o título inédito ao Palmeiras, mas com certeza deu pra mostrar que tem qualidade e potencial de sobra para jogar nos profissionais em um futuro breve.

9 – Gabriel Vasconcelos – Atacante – Corinthians

Contratado do Fluminense ano passado, Gabriel Vasconcelos chegou para resolver o ataque corintiano e tem feito isso muito bem. Atuações irrepreensíveis como contra o rival São Paulo, levaram o jovem a artilharia da Copinha, junto com Isaac (Botafogo-SP) e Santiago (São Caetano), além, claro, da Seleção deste blog.

Reservas: Caique (COR); Foguete (SPO), Bruno Viana (CRU), Lucas Rocha (PAL) e Guilherme (PAL); Matheus Queiroz (SPO); Lucas Fernandes (SPO) e Juninho (PAL); Santiago (SCA), Isaac (BRP) e João Paulo (SPO);

Poderiam entrar: Douglas Baggio (FLA), Jajá (FLA), Matheus Reis (SPO), Maycon (COR), Matheus Sales (PAL), Wesley (BRP), Ramon (VIT), Léo Principe (COR), Álef (VIT); Gabriel Leite (PAL).

 

 

About Gabriel Fuhrmann

Jornalista formado desde 2011, especializado em futebol de base.
This entry was posted in Copa São Paulo, Promessas do futebol. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>