Com baixo aproveitamento, Brasil sub-15 decepciona em seus dois primeiros torneios

Seleção sub-15 passou por renovação recente, com a contratação do ex-técnico do São Paulo, Carlos Guilherme Dalla Déa, mas decepcionou em torneios amistosos

O técnico Carlos Guilherme Dalla Déa fez suas primeiras convocações da Seleção sub-15. Depois de assumir o cargo na primeira quinzena de março, o ex-treinador do São Paulo sub-15 levou a Seleção para dois torneios amistosos, para testar jovens selecionáveis.

Primeiro, poucos dias depois de assumir, Dalla Déa convocou uma Seleção bastante parecida com a de seu antecessor, Cláudio Caçapa, para disputar o Torneio Mundial de Montaigu, na França.

O desempenho, no entanto, foi bastante abaixo do esperado. Em quatro jogos, a Seleção venceu apenas um, teve dois empates e uma derrota, passando a primeira fase inteira sem vencer.

Seleção sub-15  no Mundial de Montaigu (site oficial do torneio)

Seleção sub-15 no Mundial de Montaigu (site oficial do torneio)

Na estreia, empate em 1 a 1 com a Bélgica, gol marcado pelo meia Marco Antônio, do Cruzeiro. O segundo jogo teve outro empate em 1 a 1, dessa vez contra o Marrocos, com gol de Felipe Vargas, do Internacional e no último jogo da primeira fase uma derrota por 2 a 1 para a França, o gol brasileiro foi marcado por Pedro Henrique, do Internacional.

A última partida foi a única vitória do Brasil na competição, em uma decisão de quinto lugar contra o México. O sub-15 canarinho venceu por 3 a 2, com gols dos atacantes Lincoln, duas vezes e Vinicius, ambos do Flamengo.

A campeã do torneio foi a Inglaterra, que na final derrotou a França por 3 a 1.

Depois, em abril, Dalla Déa convocou uma Seleção totalmente diferente para disputar o Torneio Delle Nazzioni. A convocação mudou, mas os resultados não.

O Brasil começou com duas derrotas por 1 a 0, primeiro para a Austria e depois para o México. O terceiro jogo foi um empate contra a Albânia, em 1 a 1, com o gol brasileiro marcado de pênalti pelo lateral Hélio Junior, do Atlético-MG. O empate albanês veio em gol contra de Nilton, do Coritiba.

Seleção no Torneio Delle Nazzioni (foto: CBF)

Seleção no Torneio Delle Nazzioni (foto: CBF)

A primeira vitória veio no jogo contra a Arábia Saudita, por 4 a 2, com dois gols do atacante Denilson, do Fluminense, um gol de Bicca, lateral do Internacional e um de Leonardo, do Atlético-MG. Para encerrar a participação, a Seleção sub-15 encarou a Costa Rica e conseguiu vencer por 2 a 0, com gols de Hélio e Leonardo.

Em cinco jogos, o Brasil teve duas derrotas, um empate e duas vitórias. Juntando os dois torneios, o aproveitamento não agrada: nove jogos, três vitórias, três empates e três derrotas, cerca de 45% de aproveitamento.

No entanto, Dalla Déa tem vários motivos para ainda não ficar tão preocupado assim. O primeiro é que o Brasil enfrentou seleções mais velhas, já que foi a única a convocar atletas sub-15 para o torneio sub-16. Além disso, o treinador ainda está conhecendo seu novo trabalho e deve encontrar seu time com o tempo.

Vale lembrar que o torneio mais importante do ano para a categoria, o Sul-Americano sub-15, será disputado somente em novembro. Dalla Déa tem tempo de sobra para encontrar sua Seleção ideal.

 

About Gabriel Fuhrmann

Jornalista formado desde 2011, especializado em futebol de base.
This entry was posted in Seleções brasileiras, Sul-Americano Sub-15 and tagged , , . Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>