Conhecendo o adversário: Portugal, o favorito

 

A vitória contra o Uruguai nas oitavas de final foi suada, nos pênaltis, depois de uma partida que teve cara de Brasil e Uruguai. A expectativa era outra, uma vez que nossa Seleção vive um momento conturbado e a Celeste vinha em plena ascenção, depois de um ótimo Sul-Americano.

Por incrível que pareça, depois de mostrar força ofensiva e toque de bola, o Uruguai voltou ao seu padrão na Copa do Mundo da categoria, se fechou na defesa e bateu muito, inclusive lesionando o atacante Judivan, do Cruzeiro, que pode ficar fora pelo resto do ano.

Passando por Uruguai, o Brasil  já pega de cara uma espécie de final antecipada. Portugal é um dos, ou talvez o principal favorito da Copa do Mundo sub-20. O time foi vice-campeão da Euro sub-19 no ano passado, perdendo para a Alemanha.

Porém, ao contrário dos germânicos, que se dividiram entre Euro sub-21 (que começa dia 17) e Mundial sub-20, os portugueses vieram com foram com força total para a Nova Zelândia, deixando apenas um jogador (Rúben Neves) com menos de 20 anos no time que vai para a Euro.

O Brasil já provou que em pouco tempo conseguiu um padrão de jogo e é muito mais time do que imaginávamos. A partir de agora o que vier é lucro, mas se passar por Portugal, provará que tem sim qualidade para vencer qualquer um na competição.

Uma das melhores gerações lusitanas

Captura de Tela 2015-06-13 às 16.11.01

Rony Lopes com a 10 de Portugal

Essa é com certeza uma das melhores gerações do futebol português. A turma dos 95/96 vem encantando quando jogam pelos seus clubes e vem forte para o Mundial sub-20, onde Portugal é uma das Seleções mais tradicionais.

A boa fase de Portugal já vem de algum tempo, já são três gerações seguidas no Mundial sub-20 e classificar para a competição, jogando as qualificatórias europeias não tem nada de fácil. Em 2011 um vice-campeonato contra o Brasil, em 2013, acabaram eliminados por Gana depois de uma ótima primeira fase e em 2015 entraram como favoritos e já estão nas quartas de final.

Tudo isso também aparece na Euro sub-21, disputada nesse mês de junho também. Portugal usou muito das gerações sub-20 de 2011 e 2013 (a Euro sub-21 permite convocações de atletas nascidos até 92), como por exemplo Sérgio Oliveira, que esteve no Mundial de 2011 ou Tiago Llori, zagueiro do Bordeaux que esteve no Mundial de 2013.

Há muitos atletas de qualidade em Portugal, ao ponto que três gerações distintas, conseguiram montar dois times com totais capacidades de serem campeões tanto da Europa, como do mundo.

Os craques que vieram ao Mundial

Portugal vem ao Mundial com o desfalque do promissor Rúben Néves, que apesar de ter apenas 18 anos, vai disputar a Euro sub-21, que na verdade é praticamente um torneio sub-23.

Portugal nem deve sentir muita falta do jogador, pois há vários nomes muito fortes nessa Seleção. O camisa 10 é Marcos Lopes, que ficou famoso com a alcunha de Rony Lopes, ele é um dos principais jogadores desse time. Meia-atacante criado no Benfica e formado pelo Manchester City, Rony já tem muita experiência em seu currículo e é um jogador bastante incisivo.

Atualmente emprestado ao Lille, da França, Rony nasceu no Brasil, em Belém do Pará, mas mudou para Portugal aos quatro anos de idade e logo desponto, chamando a atenção do Manchester City em 2011.

A visão de jogo do jovem é diferenciada, dá assistências como poucos e tem estrela. Em seu primeiro jogo pelo City marcou um gol, mesmo substituindo David Silva aos 88 minutos de jogo.

O apelido Rony, como já devem imaginar, é por causa de Ronaldo Fenômeno, ídolo do craque luso-brasileiro, que confessa, apesar de ter sido criado em Portugal, sente o coração bater também pela amarelinha e fica dividido.

Outro que desponta no time é André Silva, que é o nome do gol da Seleção lusitana. Antes de ser promovido ao Porto B, jogava no juvenil da equipe, onde chegou bem perto de atingir a média de 1 gol por jogo.

Vale destacar também o ponta Gelson Martins, talvez um dos mais habilidosos e velozes do time. Abrindo tanto pela esquerda quanto pela direita, guardadas as devidas proporções seria o Neymar deles, pois é o responsável por puxar as jogadas pelas pontas com dribles e velocidade. É um dos destaques do Sporting.

Também vale lembrar do meia Tomás, que atua pelo Porto e costuma chegar como elemento surpresa para marcar seus gols.

Time entrosado

Conta a favor de Portugal um fato curioso: quase todos os jogadores convocados atuam pelo Porto, Sporting ou pelo Benfica. Isso significa que todos se conhecem muito bem e se entendem dentro de campo.

No total, dos 22 convocados do técnico Helio Souza, 12 atuam por uma dessas três equipes. No time titular, por exemplo, são apenas três fora desse eixo: Rony Lopes, o goleiro André Moreira e Raphael Guzzo e esse entrosamento conta muitos pontos a favor deles.

Estilo de jogo

O time sub-20 de Portugal gosta muito de jogar no ataque e joga bem, com uma troca de passes rápida e muita movimentação.

A equipe lusa normalmente faz pressão, marcando forte a saída de bola da zaga adversária. Contra oponentes mais fracos, como Qatar e Senegal, isso deu muito certo e mesmo a poderosa Colômbia enfrentou complicações.

Ofensivamente, além da forte marcação na saída de bola, a primeira arma mais forte é a jogada aérea, onde aparece a figura do craque André Silva, grande artilheiro do time. Ele tem um poder de ataque em bolas centradas muito grande, pois geralmente está muito bem posicionado e quase sempre leva vantagem na jogada aérea.

Portugal normalmente arrisca pelas laterais, se apoiando muito em Gelson Martins e na grande visão de jogo de Rony Lopes. Abrindo as defesas com esse tipo de jogada, os lusos também arriscam muitos chutes de fora da área, principalmente com Tomás e Raphael Guzzo.

Será um grande jogo, pois tanto Brasil como Portugal gostam de atacar e tocar a bola. Quem vencer, ganhará certamente muito favoritismo para a disputa do título.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

About Gabriel Fuhrmann

Jornalista formado desde 2011, especializado em futebol de base.
This entry was posted in Mundial Sub-20, Promessas do futebol. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>