Com campanha quase perfeita, Brasil é campeão Sul-Americano sub-15

Seleção sobrou na primeira fase, mas ficou no empate contra o Uruguai na grande final, que acabou decidida nos pênaltis, com destaque para o goleiro Gabriel Brazão

A Seleção Brasileira sub-15, sob o comando de Carlos Guilherme Dalla Dea, conquistou neste domingo o título do Sul-Americano da categoria, ao derrotar o Uruguai nos pênaltis.

Na primeira fase o Brasil mostrou porque era um dos favoritos à conquista do título: venceu todos os seus jogos com certa facilidade. No Grupo B, o Brasil estreou contra o Chile com uma vitória por 3 a 2, mas o jogo não foi difícil como o resultado pode dar a entender, o Brasil chegou a abrir 3 a 0 no placar ainda no primeiro tempo, quando já começava a brilhar a estrela do atacante corintiano Vitinho. No entanto, o time relaxou nos dez minutos finais, permitindo aos chilenos diminuir o marcador.

Brasil campeão Sul-Americano sub-15

Brasil campeão Sul-Americano sub-15

No segundo jogo, goleada por 6 a 1 sobre o Peru. Três gols de Vinicius Paixão, do Flamengo. A terceira partida teve a vitória mais difícil, o Brasil venceu a Bolívia por 3 a 0, com todos os gols marcados nos últimos dez minutos de jogo. Para fechar a fase inicial, os garotos do Brasil encontraram os uruguaios e venceram com facilidade por 6 a 0.

A semifinal foi contra o Ecuador e a Seleção venceu por 3 a 1, para garantir a passagem para a final, onde reencontraria o Uruguai, que havia derrotado a Argentina por 2 a 1 na outra semifinal.

Depois da vitória fácil da Seleção na primeira partida entre as duas equipes, o Uruguai mudou sete jogadores da sua formação e passou a jogar com três zagueiros e quatro volantes. O Brasil levou muito perigo ao gol uruguaio e dominou completamente o jogo durante os 90 minutos, mas a tática deu certo, a Seleção Celeste conseguiu segurar o empate e levar a decis˜åo para os pênaltis.

O goleiro Gabriel Brazão, do Cruzeiro, tratou de desestabilizar os uruguaios ao defender logo a primeira cobrança. A segunda cobrança deles foi por cima do gol, colocando a Seleção Brasileira com a vantagem de 2 a 0, com os pênaltis de Vitinho e Alan convertidos.

O goleiro cruzeirense poderia até ter definido o confronto, mas o pênalti de Facundo Torres passou entre as mãos de Brazão. O goleiro uruguaio acabou pegando na sequência o pênalti de Vinicius Paixão, ainda assim, o Brasil poderia ter definido com a última cobrança, mas o volante Wandrew, do Atlético-MG, chutou no travessão.

Nas alternadas, depois de as duas equipes marcarem, o jogador uruguaio chutou na trave e o zagueiro Clayton, do Santos, bateu forte e alto, sem chances para o goleiro e definiu o título para a Seleção Brasileira, que tem disparada a melhor campanha da competição, além de mais gols marcados, menos gols sofridos, obviamente, melhor saldo de gols, a Seleção ainda teve os dois artilheiros do torneio: Vitinho, com 7 gols e Vinicius Paixão, com 6.

Esse é o quarto título do Brasil no Sul-Americano sub-15, a Seleção já havia sido campeã em 2005, 2007 e 2011.

About Gabriel Fuhrmann

Jornalista formado desde 2011, especializado em futebol de base.
This entry was posted in Promessas do futebol. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>