Com novo raio da Vila, Santos leva a Copa da Amizade sub-15 2016

Nesta semana a nova geração de ouro do Santos conquistou mais um título. O sub-15 levou a Copa da Amizade Brasil-Japão, tradicional torneio promovido pelo eterno craque Zico.

Mais do que o título, foi mais uma prova pro jovem que é considerado o novo raio da Vila. Estamos falando do jovem Rodrygo, que aos 15 anos de idade já é blindado por Dorival e pela diretoria santista.

Apesar de ter bons nomes no sub-17, como Nicolas, Alexandre Tam, André Anderson, entre outros, é em Rodrygo que estão as fichas santistas atualmente e ele confirmou o motivo de ser tão badalado mais uma vez.

O camisa 11 já havia sido eleito o melhor jogador da Copa Nike sub-15 de 2015, mesmo sendo um ano mais novo do que a grande maioria dos jogadores. Vale lembrar que a Copa Nike é o torneio sub-15 mais importante do país. O peixe não levou o título, mas as atuações de Rodrygo e sua conquista pessoal ofuscaram até a competição como um todo.

Agora, efetivamente em seu ano de sub-15, ele foi considerado o melhor jogador da Copa da Amizade Brasil-Japão. E ele realmente deitou no torneio, foram várias assistências, dribles desconcertantes, por muitas vezes lembrando Neymar e enchendo assim os olhos dos santistas.

Com Rodrygo, o Santos repete uma situação que já deu certo recentemente: foi buscar o jovem no sub-11 do futsal do São Paulo, o mesmo que aconteceu com Gabigol há muitos anos.

Além do badalado Rodrygo, o Santos ainda tem mais dois garotos que vão impressionando muito positivamente no sub-15. O primeiro é o meia Lucas Lourenço, que quando junto com Rodrygo, lembra bem aquela coisa de dupla, como Diego e Robinho. O outro é o centroavante Yuri, que terminou como artilheiro do título com nove gols.

Os nove gols que Yuri marcou na Copa da Amizade Brasil-Japão são somados aos 19 que já anotou pelo Paulista da categoria e mais gols marcados em outros torneios, que deixam difícil precisar com exatidão a quantidade de gols e jogos do menino-gol, mas os números estão próximos dos 40 gols em 30 jogos.

Pra um clube que gosta de dar chances para a base, o Santos está mais uma vez muito bem servido.

 

About Gabriel Fuhrmann

Jornalista formado desde 2011, especializado em futebol de base. Repórter da São Paulo FC Digital
This entry was posted in Promessas do futebol. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>