Brasil estreia sobrando no Sul-Americano sub-15 e goleia a Bolívia

O adversário não era dos mais fortes ou temidos, mas a Seleção Brasileira fez o dever de casa na estreia do Sul-Americano sub-15 e venceu a Bolívia por 5 a 0, sem sustos e com muita facilidade.

O começo de jogo foi até surpreendente: em jogada ensaiada de falta, aos 4 minutos, a Bolívia conseguiu assustar a meta brasileira. No entanto, não demorou muito para o Brasil mostrar qual dos times era muito superior tecnicamente e começar a criar mais chances.

Kaio Recife fechou o placar

Kaio Recife fechou o placar

Veron é quem infernizava o adversário do lado direito do campo e criava boas oportunidades. Em uma delas, Talles recebeu praticamente na pequena área, dominou, mas bateu por cima, perdendo boa chance. Não muito depois, João Peglow se movimentou bem e recebeu belo passe de Reinier, mas na cara do gol o artilheiro do Inter também mandou por cima.

O Brasil ainda teve uma terceira grande chance mandada para fora. João Peglow tabelou com Cadu, com lindo passe de calcanhar e Cadu serviu Reinier, que bateu cruzado, perto da trave do goleiro boliviano.

Com meia hora de jogo, enquanto o gol teimava em não sair, Reinier arrancou praticamente da zaga, encontrou Cadu, que se aventurou pelo meio. Ele avançou, tocou para Peglow, que dentro da área só devolveu para o próprio Cadu abrir o placar para o Brasil.

Dava para o Brasil ter ampliado ainda na primeira etapa, foram duas bolas na trave em menos de três minutos. Primeiro foi Kaká, que recebeu de Talles, deu lindo drible curto na marcação e bateu por cima do goleiro, acertando o travessão. No rebote da jogada, falta para o Brasil, que Eduardo, do Vitória, bateu com categoria e acertou a trave.

A supremacia brasileira foi clara durante todo o primeiro tempo e finalmente chegou ao placar no segundo.

Logo no começo, gol 100% palmeirense. Renan deu o chutão da defesa, a zaga boliviana furou e Gabriel Veron ganhou da marcação para mandar pro fundo da rede e abrir definitivamente a porteira para a goleada brasileira.

O Brasil pressionou por mais gols e perdeu algumas boas chances até ampliar de novo o marcador. O passe de Kaká encontrou João Peglow com espaço entre dois zagueiros, ele ganhou da marcação e driblou o goleiro para marcar.

Com meia hora do segundo tempo, Gabriel Vieira, que havia entrado na segunda etapa, recebeu lindo lançamento, ganhou da zaga e tocou na saída do goleiro.

E sobrou para Kaio Recife, outro que também entrou na segunda metade do jogo, fechar o placar. Ele recebeu lindo passe de Gabriel Vieira e tentou bater na saída do goleiro, o arqueiro boliviano defendeu, mas o próprio Kaio pegou o rebote e liquidou a fatura.

O próximo desafio da Seleção será na quarta-feira, 8 de novembro, contra o Equador.

About Gabriel Fuhrmann

Jornalista formado desde 2011, especializado em futebol de base. Repórter da São Paulo FC Digital
This entry was posted in Promessas do futebol. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>