No Campeonato Paulista, São Paulo tem campanha de time pequeno (A culpa é de quem?)

Não é segredo para ninguém que existem times grandes e times menores, em especial no Paulistão, separamos quatro times grandes e o restante são times de menor expressão.

lecoNo Campeonato Paulista, os times grandes formam um bloco de pontuação totalmente distinto dos outros. Deveriam ser quatro times, mas em 2018 são apenas três: Corinthians, Palmeiras e Santos já ultrapassaram a marca dos 15 pontos, enquanto o São Paulo, o outro time de série A e grande investimento, tem apenas 11 pontos.

Observando as campanhas, o que se vê é que o São Paulo tem desempenho para estar justamente entre os times menores. Com sua pontuação, o São Paulo está atrás de São Bento e Bragantino, com 13 e 12 pontos, respectivamente e embolado em um grupo com 10 e 11 pontos que tem nada menos do que outros oito times, além do tricolor (Ituano, São Caetano, Ponte Preta, Novorizontino, Ferroviária, Botafogo-SP e Red Bull).

Agravante, Ituano, Red Bull e Botafogo tem um jogo a menos.  Ituano e Red Bull se enfrentam, pode ser que ambos passem os 11 pontos (empate) ou um deles chegue em 14 pontos, o certo é que mais alguém vai ficar a frente do São Paulo e o Botafogo enfrenta o Linense, pior time do campeonato. Alguma duvida de que mais dois times vão passar o São Paulo?

São apenas três vitórias em nove jogos do São Paulo na competição, o time perdeu praticamente metade dos jogos que fez, apenas 40% de aproveitamento, em um campeonato onde enfrentou até agora apenas dois times da Série A (e perdeu para ambos). Já perdeu dois dos três clássicos e caminha a passos largos para perder o terceiro, talvez até de goleada.

O São Paulo fala em metas no seu novo estatuto. Esse resultado cumpre alguma das metas do São Paulo? Isso está dentro dos planos do São Paulo? Leco é o presidente, ele quem deve avaliar as metas, mas ele está cumprindo as suas metas?

De quem é a culpa? O técnico Dorival Junior diz que não é dele, vê o time em evolução. Os jogadores dizem que estão se esforçando e fazendo de tudo. O presidente Leco ainda existe? Não lembro da sua última aparição pra falar sobre a situação do São Paulo.

Eu pergunto pra vocês, a culpa é de quem?

About Gabriel Fuhrmann

Jornalista formado desde 2011, especializado em futebol de base. Repórter da São Paulo FC Digital
This entry was posted in Promessas do futebol. Bookmark the permalink.

2 Responses to No Campeonato Paulista, São Paulo tem campanha de time pequeno (A culpa é de quem?)

  1. GOSTARIA QUE A CULPA FOSSE MINHA, MAS NA INHACA QUE ESTES JOGADORES ESTÃO, FICA DIFÍCIL, O SR. DORIVAL, QUE DECEPÇÃO, LECO CADÊ VOCÊ MEU CARO, MOSTRA SUA CARA, CARA.

  2. Edison Junior says:

    Em princípio sou contra a troca de técnicos a cada conjunto de maus reultados. Porém, chega uma hora que o cara fica sem condições de trabalhar. O Dorival é um walking dead.
    Qualquer técnico que venha com a expectativa da tocida de salvar o São Paulo e dar-nos títulos logo de cara estará fadado ao insucesso – o último que conseguiu isso foi Telê Santana.
    A torcida, na qual me incluo há 60 anos, deveria ter a paciência de esperar pelo menos um ano até que se possa colher os frutos de um trabalho de reconstrução. Sim, é de reconstrução que precisamos, não salvação.
    Precisamos definir que tipo de futebol queremos praticar e montar os times com base nisso. Precisamos treinar fundamentos básicos como passes, posicionamento, chutes a gol etc. (e não precisa ser um Telê para fazer isso.) Precisamos aceitar que maus resultados ao longo do caminho são possíveis e fatalmente teremos que encará-los e aprender com eles.
    Toda a energia da administração do clube está sendo desperdiçada em apagar incêndios. Confio no potencial do trabalho que Raí e cia. podem fazer no São Paulo, mas dessa forma está sendo improdutivo.
    Não sei dizer se Luxemburgo, ou Leonardo seriam os caras certos, provavelmente Cuca seria uma opção muito melhor. Ou o Jardine mais a longo prazo. De qualquer forma, não podemos exigir resultados imediatos de quem quer que seja, por mais que já estejamos de saco cheio (e eu estou, posso garantir!)
    A mesinha de centro da minha sala toma tanto chute a cada passe de dois metros errado, gol feito perdido, matada de canela ou gol bobo tomado, que treme nas pernas quando a tela da TV fica verde.
    Será que estaríamos dispostos a passar mais um ano sem títulos, mas tendo pavimentado o caminho para o futuro? Eu estou.
    Material para isso nós temos, só falta paciência.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>