Iniesta: para ser o melhor do mundo, não precisa ser eleito o melhor do mundo

O craque Andrés Iniesta encerrou sua passagem pelo Barcelona depois de mais de duas décadas de futebol por ali, entre base e profissional. Mais de 20 anos de história e muitas conquistas.

Sempre se fala muito de como o Barcelona mudou depois de Ronaldinho e como se consolidou com Lionel Messi, mas o que deveríamos falar, pelo menos de vez em quando, é de como o que mudou de verdade foi o futebol depois de Andrés Iniesta.

iniestaNão dá pra negar, o Barça pode até ser pós-Ronaldinho e pós-Messi, por toda o destaque que ambos tiveram, mas o futebol espanhol é na realidade pré e pós-Iniesta. Ele mudou o jeito como se joga futebol na Espanha, não o fez sozinho, é verdade, mas é a peça chave de tudo o que aconteceu. E como o futebol mudou, também mudou a forma como se analisa ele e hoje, os olhos mais atentos já enxergam que o craque não é só aquele que mais se destaca ou que mais faz gols. Tão craque quanto, é aquele que faz os outros se destacarem.

E foi isso que Andrés Iniesta fez. Ele não tem na carreira toda o tanto de gol que Messi faz em uma só temporada, mas quantos gols e títulos do argentino têm culpa direta dele? Jogar ao lado de Iniesta era e ainda é fácil, a lista de jogadores que devem muito de sua carreira ao craque espanhol é imensa. Messi, gênio como só ele é, é um deles.

Talvez por isso Iniesta não tenha os prêmios individuais de outros atletas, mas tenha todos os prêmios coletivos possíveis. Iniesta não é o jogador mais rápido. Não tem o chute mais forte. Também não é o mais driblador, que vai deixar o zagueiro no chão todo jogo. Não é o mais forte fisicamente e com certeza jamais vai ser lembrado por sua impulsão e cabeceio. Apesar de tudo isso, talvez Iniesta seja dos jogadores mais inteligentes que pisaram nos campos de futebol do mundo.

E sabe o que é mais interessante da inteligência? Ao contrário da habilidade física como a velocidade, o chute, ou o drible, ela não fica pior quando você fica mais velho, muitas vezes ela fica melhor. Nada nutre mais a inteligência do que o conhecimento e Iniesta foi capaz de absorver muito conhecimento ao longo da sua carreira, seja dos adversários, seja da própria equipe e dos jogadores com quem atuou.

Talvez por isso, já com mais de 30 anos de idade, ele tenha tido aquele que pra mim é o prêmio máximo que um jogador pode receber na sua carreira: foi aplaudido de pé pela torcida do Real Madrid, em pleno Santiago Bernabéu e talvez por isso, ainda em sua despedida, ele ainda jogue em grande nível e faça a diferença em campo.

Sérgio Ramos disse que se Iniesta fosse estrangeiro, dando até uma alfinetada nos brasileiros, teria sido eleito o melhor do mundo. Discordo, ele não foi eleito porque o prêmio é por uma votação no mundo inteiro, com técnicos, capitães e é natural que quem marque o gol e consequentemente apareça mais, vença uma votação e mesmo gênio, não é Iniesta quem vai pra capa do jornal depois do jogo.

Além disso, existe uma coincidência divina, que por um lado colocou ele na sombra de Cristiano Ronaldo e Messi, que marcam muitos gols e dominam a premiação há uma década, por outro deu a ele e ao mundo a sorte de ver Iniesta atuar junto, pelo menos de Messi e claro, ajudar o argentino a ser o melhor do mundo várias e várias vezes

E daí que Iniesta não ganhou a bola de ouro? Honestamente, aquele que já ganhou tudo pelo seu clube e pela Seleção, inclusive a Copa do Mundo, precisa ganhar mais alguma coisa para provar sua importância no jogo? Acho que não.

É, no telão vai sempre aparecer quem fez o gol, quem fez a jogada mais plástica, mas pergunte para o torcedor: você prefere ter um jogador sozinho como melhor do mundo ou ter a sua equipe como a melhor do mundo?

Se a resposta for a segunda opção, escolha sempre Iniesta.

About Gabriel Fuhrmann

Jornalista formado desde 2011, especializado em futebol de base. Repórter da São Paulo FC Digital
This entry was posted in Promessas do futebol. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>